Se há um país que tem se envolvido em polêmicas com criptomoedas, esse certamente é a Coreia do Sul. O país, que começou 2018 se preparando para banir os Bitcoins e seus primos, acabou mudando de ideia um bocado de vezes, indo de proibir contas anônimas para dizer que deseja apenas regulamentá-las.

Pois bem, parece que agora o país se decidiu de vez sobre o assunto. O veredito? Ela disse que vai até mesmo dar suporte ativamente a moedas digitais – desde que elas sejam usadas em transações “normais” de criptomoedas.

O que isso quer dizer, na prática? De acordo com Choe Heungsik, chefe do Serviço Supervisor Financeiro (FSS) do país, a organização está atualmente trabalhando para tentar normalizar transações em criptomoedas. Isso quer dizer que será necessário utilizar seu nome real, justamente para evitar os problemas de lavagem de dinheiro temidos pelo governo do país.

Vale notar que a decisão, segundo o jornal Bloomberg, teria impulsionado um novo crescimento no valor do Bitcoin, depois de sua queda vertiginosa dos últimos dias. Isso mostra que, em boa parte, a queda em si teria sido causada pelo público temeroso de um banimento das criptomoedas em um número cada vez maior de países. Vejamos se, com isso, o quadro dessas moedas continua tomando um caminho melhor.

Cupons de desconto TecMundo: