Steve Wozniak é conhecido por duas coisas: ser o cofundador da Apple no papel de grande gênio (muitas vezes esquecido) por trás da engenharia dos produtos nos primórdios da empresa e por opiniões bem diretas que às vezes geram controvérsia. Durante o evento Pivot Summit, na Austrália, ele voltou a apresentar esse segundo lado ao público.

Durante uma conversa no palco e em uma entrevista ao jornal The Australian, "Woz" comentou que Tim Cook presentou ele com um iPhone X. O motivo? O executivo havia dito anteriormente que o modelo comemorativo era talvez o primeiro que ele não estava interessado em adquirir desde o primeiro dia.

Só que o veredito não foi tão positivo, apesar de ele falar que "meio que gostou". "Ele funciona bem, mas não é o que eu queria. Eu acho que eu gostaria de um Touch ID [sensor biométrico] na traseira. Eu queria isso mais que qualquer coisa. O Face ID [reconhecimento de rosto] desacelera meu Apple Pay e falhou tantas vezes que eu tive que ficar colocando a minha senha. Tenho amigos que desabilitaram ele para tornar o aparelho mais simples de usar", contou.

Woz é dono de um iPhone 8 e já havia citado que acha o modelo muito parecido com as gerações anteriores, porém melhorado.

Elon Musk e Steve Jobs

O cofundador ainda comparou o já falecido Steve Jobs, cofundador e ex-CEO da Apple, com Elon Musk, dono da Tesla e SpaceX e uma das figuras mais badaladas da atualidade.

Segundo ele, os dois não são similares em ideias, mas em visão e ao focar em construir produtos que eles mesmos usariam.

"Quando você faz isso, ocasionalmente vai coincidir com a necessidade de todo o mundo, e é por isso que eles são tão bem sucedidos", comenta. Woz cita o iPhone e o carro elétrico (que não foi inventado por Musk, mas repopularizado) como exemplos.

O tweet acima resume o pensamento de Woz sobre o ex-colega: "Steve Jobs nunca entendeu de computadores, hardware ou software, mas ele entendia pessoas".

Bitcoins

Por fim, o folclórico Woz ainda citou que teve experimentos com bitcoins há alguns anos, mas elas não acabaram bem. Ele comprou sete unidades da criptomoeda a partir do Mt. Gox, uma casa de câmbio japonesa que fechou as portas em 2014 depois de sumir com 200 mil bitcoins. Como a criptomoeda atualmente está em alta e atingiu um pico de US$ 15 mil na última quinta-feira (7), é possível que o cofundador da Apple esteja um pouco arrependido de não ter insistido.

Cupons de desconto TecMundo: