A Apple é uma das mais lucrativas companhias do mundo e dizer que o iPhone é essencial para isso acaba sendo totalizante demais, impedindo um dimensionamento mais preciso dessa relevância. Para tornar tudo mais claro, o iPhone sozinho rendeu mais dinheiro à Apple do que todos os negócios da Amazon durante o ano de 2017.

A informação fica evidente no relatório financeiro do quarto trimestre do ano fiscal da Apple, que acabou em setembro de 2017. Sozinho, o iPhone rendeu US$ 141,3 bilhões para os cofres da Apple, enquanto toda a Amazon arrecadou US$ 135,9 bilhões no mesmo período. Se fosse uma empresa independente, o iPhone seria a 12ª companhia mais rentável do planeta de acordo com a lista da revista Fortune.

Apps também vão bem

Além de hardware, a Apple também fatura com serviços — Apple Music, iCloud e venda de aplicativos na App Store. Nesse âmbito também não há do que reclamar: a companhia arrecadou US$ 29,9 bilhões no ano fiscal de 2017, valor maior do que os US$ 29,3 bilhões faturados no período pela companhia de mídia Time Warner.

Para se ter uma noção da importância desse ramo dentro da própria Maçã, a divisão de serviços é a mais rentável da empresa depois do iPhone. Isso significa que a Apple fatura mais vendendo apps e assinaturas de seus serviços de streaming de música e de armazenamento do que comercializando iPads e Macs.

Cupons de desconto TecMundo: