A Lyft já havia fechado uma parceria com a Waymo para desenvolver veículos autônomos. Agora, a “mãe” da Waymo e da Google, o grupo Alphabet, injetou US$ 1 bilhão na companhia por trás do app de ride hailing – tudo através da CapitalG, o fundo de investimentos da gigante de tecnologia.

O resultado foi a Lyft passar a valer US$ 11 bilhões no mercado e um movimento que já era esperado, visto que a Alphabet está bastante interessada em acelerar o desenvolvimento da tecnologia de direção autônoma para testes em frotas – algo que ficou bem evidente quando a parceria com a empresa de ride hailing foi fechada.

Com a Uber tendo que lidar com seus próprios problemas, tudo indica que o caminho para ganhar uma vantagem na área dos autônomos está relativamente livre para a Lyft. Resta saber, então, se a companhia vai conseguir aproveitar isso.

Cupons de desconto TecMundo: