(Fonte da imagem: Reprodução/Thegreat Discontent)

Você pode nunca ter ouvido falar nela, mas a Sugru tem tudo para ser um elemento de desejo para qualquer pessoa. Com um pouco da massa na mão e alguma habilidade, você pode arrumar qualquer objeto quebrado ou, simplesmente, criar novas funções para qualquer elemento.

Ela pode ser considerada como um “Durepoxi 2.0”, no entanto, seu funcionamento é bastante diferente. Enquanto a famosa massa fica extremamente rígida em contato com o ar, o Sugru ganha uma textura mais maleável, sendo levemente flexível.

Isso dá ainda mais possibilidades a quem for utilizar o material. Ao mesmo tempo em que o Sugru é totalmente resistente e capaz de deixar duas peças de materiais completamente diferentes coladas, ele pode ser simples de remover e não deixa rastros caso você force as bordas laterais para fora do objeto.

A massa, resistente e flexível, já é considerada pela Time como a melhor invenção do ramo desde a criação da fita adesiva.

O conceito da massinha

O Sugru foi criado por Jane Ní Dhulchaointigh, uma irlandesa com uma visão bastante futurista e sustentável sobre o consumo. Para ela, os objetos não podem simplesmente serem jogados fora ao terem rachaduras ou serem quebrados.

(Fonte da imagem: Reprodução/Sugru)

Segundo a criadora, qualquer peça pode ser arrumada caso seu problema seja partes quebradas. Dhulchaointigh criou o produto durante pesquisas de design de produto na faculdade. Tudo começou quando ela queria experimentar novos materiais e começou a misturar elementos, até chegar ao que hoje é o Sugru.

No entanto, Jane criou a massa sem nem mesmo saber para que ela poderia ser utilizada, e isso a desanimou. Ela utilizou a sobra para arrumar coisas dentro da sua casa, sem nem mesmo perceber que essa era a melhor utilização para seu invento – na cabeça dela, o mais lógico seria criar apenas um produto específico com aquele material.

Conversando com seu namorado, veio a inspiração para a jovem. “Ele me perguntou: ‘quem sabe a massa não vai dar origem a apenas um produto, criado por você. Talvez, ela sirva como matéria-prima para que qualquer pessoa crie elementos com o Sugru”.

Depois de nove anos de desenvolvimento de produto, o Sugru foi lançado em 2009 e atualmente é vendido para pessoas em todo o mundo. Mas o conceito do Sugru e sua origem partem da infância de Dhulchaointigh e suas experiências.

“Eu cresci em uma fazenda, e a vida lá tinha o estilo de vida ‘faça você mesmo’. Nós resolvíamos os problemas em vez de apenas comprar tudo outra vez. Esse é o estilo de vida em que você assa seu próprio pão, planta seus próprios vegetais e, se seus animais precisam de mais espaço, você mesmo constrói uma nova cerca. Tudo é adaptável e flexível”.

As aplicações para o Sugru

Com suas propriedades, não é difícil encontrar utilidade para o Sugru. A massa pode ser utilizada para criar cases de celular, suportes para tablets, arrumar tesouras, sapatos, cabos, panelas, esculturas, enfim: absolutamente tudo o que você precisar, a massa é capaz de arrumar, colar ou até mesmo melhorar.

Muitos dos projetos com o Sugru são, na verdade, feitos como melhorias de produtos já existentes. Você pode criar um puxador para plugues de tomada, e pode fazer cabos em qualquer elemento que não seja ergonômico.

Um usuário do Sugru modificou a câmera digital de seus filhos criando proteções coloridas com a massa. Mesmo que os pequeninos derrubem o equipamento no chão, ele vai quicar e não deve quebrar, já que a massa é maleável e absorve todo o impacto.

Além de tudo, ela ainda é resistente a temperaturas entre -50ºC de 180º, o que amplia as possibilidades de uso. O Sugru também é resistente à água, ou seja, você pode utilizar a massa para reparos fora de casa tranquilamente, pois ela não corre o risco de descolar ou derreter.

No site oficial da marca, você pode encontrar dezenas de sugestões. Separamos as mais legais aqui:

- “Tinta” para reparo de eletrodomésticos

(Fonte da imagem: Reprodução/Sugru)

- Ganchos para pendurar qualquer coisa

(Fonte da imagem: Reprodução/Sugru)

- Botões para seu smartphone

(Fonte da imagem: Reprodução/Sugru) 

- Suporte de smartphone para a “magrela”

(Fonte da imagem: Reprodução/Sugru) 

- Arrumar sua caneca de estimação

(Fonte da imagem: Reprodução/Sugru) 

- Arrumar o controle de seu vídeo game

(Fonte da imagem: Reprodução/Sugru) 

- Uma cobra de LEGO (legal!)

(Fonte da imagem: Reprodução/Sugru) 

- Um bumper estiloso para qualquer modelo de celular (você também pode fazer protetores para seu controle remoto, iPod, tablet etc)

(Fonte da imagem: Reprodução/Sugru)

Onde encontrar o Sugru?

Você pode comprar o Sugru por seu site oficial. Basta clicar neste link e fazer a compra. Para isso, é necessário ter um cartão de crédito internacional. A empresa vende pacotes com oito porções da massa.

Você pode escolher entre pacotes coloridos, pacotes pretos ou pacotes preto e branco. As massas são despachadas logo após a aprovação do pagamento e cada combo custa cerca de R$ 40 e tem o frete de R$ 8,97 para o Brasil.

Se quiser, você também pode comprar o pacote especial para conhecer o produto. Ele custa R$ 24 e seu frete é de R$ 7,86. São enviadas três porções de massa nas cores escolhidas entre vermelho, preto e branco. Cada pacote pode ser utilizado em até 6 meses se deixado em temperatura ambiente e 18 meses se armazenado na geladeira.

Recrie o Sugru em casa!

Existe uma forma de recriar o Sugru em casa. Ela não é tão prática, nem mesmo tão resistente quanto o produto original e não existe qualquer garantia de que ele vai ser aguentar temperaturas variadas ou contato com a água, no entanto, pode ser um projeto divertido para se fazer. A grande vantagem é que, além de ser muito barato, o experimento é extremamente simples de ser feito.

A mistura é feita com silicone para reparos (aqueles que são vendidos em tubos, que você pode encontrar em lojas de materiais de construção) e amido de milho (a famosa Maizena). O silicone oferece a resistência necessária, enquanto o amido faz com que ele seque de forma flexível.

 

A medida é igual para ambos os produtos. Use uma colher de silicone para cada colher de amido. Misture tudo em uma tigela própria para o projeto. Ao contrário do Sugru original, você deve moldar o objeto ou fazer os reparos assim que terminar a mistura.

Como o Sugru, o melhor é aguardar 24h até que o produto esteja seco para movimentar o item. No entanto, não espere dessa massa as propriedades do Sugru que permitem colar objetos uns nos outros. Lembre-se: a receita caseira é apenas um “quebra-galhos” ou um projeto experimental e o resultado não é o mesmo do produto original.

.....

Se você já conhecia o Sugru e tiver feito algum reparo ou criação bacana, divida isso nos comentários!