O Tor, bastante conhecido no submundo da internet, é um programa que permite aos usuários se comunicarem de forma anônima e sem deixar rastros. Contudo, a sua principal característica é o que desperta a atenção das autoridades, que volta e meia estão tentando acabar com a existência desse software. Agora, parece que os pesquisadores do MIT descobriram uma alternativa a esse programa.

O novo sistema proposto pelo grupo usa mensagens falsas para "esconder" o verdadeiro conteúdo que foi enviado. É como se fossem mensagens spams misturadas com o texto original, impedindo que qualquer pessoa consiga distinguir entre o que é o original e bagunça de informações.

Vuvuzela

Esse sistema, curiosamente batizado de Vuvuzela – aquele instrumento usado por torcedores em jogos de futebol que ganhou exposição durante a Copa do Mundo de 2010 na África do Sul – baseia-se mais na utilização de falsas mensagens do que no uso de encriptação de dados. Uma cadeia de servidores é usada para adicionar mais "lixo" cada vez que a mensagem é recebida, chegando praticamente indecifrável até o destinatário. Dessa forma, fica impossível descobrir quem é o remetente e qual é o conteúdo original da mensagem.

No entanto, ainda há um problema a ser resolvido pelos pesquisadores do MIT. O uso do Vuvuzela enfrenta dificuldade de latência, já que a circulação da mensagem por diversos servidores toma certo tempo. Em testes rodando em servidores da Amazon, simulando cerca de 1 milhão de usuários e a transferência de 15 mil mensagens, o grupo conseguiu alcançar uma latência de 44 segundos. Ainda é bastante, mas um resultado significativo para um novo método de comunicação totalmente anônimo.

Pesquisadores do MIT descobrem alternativa à rede Tor. Já usou esse método de comunicação anônima? Comente no Fórum do TecMundo!

Cupons de desconto TecMundo: