Adquirir uma impressora não é tarefa fácil. São tantos detalhes, opções de recursos e valores de rendimento que é preciso parar e analisar muito bem o modelo antes de levar o equipamento para casa.

No caso de empresas e escritórios as coisas são ainda mais complicadas. Ao contrário de um usuário doméstico, que faz impressões de poucos arquivos, ambientes profissionais necessitam de impressoras mais potentes, mas que não deixem de lado a economia de tinta e papel, afinal desperdício é prejuízo.

A HP OfficeJet Pro 8500 é um modelo que visa exatamente essa utilização comercial em pequenas e médias empresas. Segundo o fabricante, o equipamento é a alternativa para quem quer eficiência e economia em suas impressões, sejam com tinta, papel ou energia.

À primeira vista tudo isso parece ser verdade. Porém, será que nossas impressões continuam após uma extenuante bateria de testes? Decidimos, então, pôr à prova todos os recursos desta multifuncional e saber se seu desempenho realmente é tudo isso que promete.

Antes de nos aprofundarmos nos detalhes desta OfficeJet Pro 8500, confira alguns elementos de sua configuração:

Configurações da impressora

Iniciam os testes

Assim como fizemos na análise de outro modelo de impressora, utilizamos as mesmas imagens impressas em alta qualidade em uma gráfica para criar uma espécie de padrão e facilitar a comparação de diferentes equipamentos. Os elementos base foram feitos em uma máquina Xerox DocuColor 252.

O procedimento de teste da qualidade de impressão, apesar de bastante longo e trabalhoso, é simples de compreender: foram utilizados três tipos de papel (sulfite, fotográfico e couchê) para imprimir imagens em todas as qualidades possíveis (Melhor, Normal e Rascunho), tanto em preto e branco quanto colorido. Em seguida, comparamos a página de melhor qualidade com o resultado obtido na gráfica.

Papel sulfite

O resultado obtido no mais popular dos papéis não chega a surpreender, mas agrada. Ao menos na impressão de melhor qualidade, que mantém as diferenças de cores bastante nítidas. A sobreposição de tons é bem suave, o que não prejudica a imagem final.

Imagem original na Xerox DocuColor 252

Contudo, o nível de preto da HP OfficeJet Pro 8500 ficou bem abaixo do obtido na Xerox DocuColor 252. Isso ficou evidente ao colocar as duas impressões lado a lado. O sombreamento da figura da gráfica é muito mais acentuado, o que simplesmente desaparece na HP.

O mesmo vale para o nível de saturação. Ao comparar os dois resultados é possível ver que as cores da figura da multifuncional são “menos vivas”, seja em cores quentes ou na profundidade do preto. É como se as fotos feitas pela OfficeJet Pro 8500 fossem mais foscas que as demais.

Isso é reforçado por um detalhe que percebemos em todos os testes: a presença de marcas de impressão. São pequenos pontos brancos existentes até mesmo na melhor qualidade e que dão a impressão de que a figura está granulada. Elas podem ser percebidas tanto em imagens coloridas quanto em preto e branco.

Teste na HP OfficeJet Pro 8500

Já nas qualidades inferiores foi constatada a presença de linhas por toda a folha, como se acompanhasse o movimento do cartucho de tinta. A impressão “Normal” apresentou um resultado de cores bem próximo da “Melhor”, com a única diferença de ser um pouco mais clara e apresentar o pequeno problema dos riscos. Por outro lado, o “Rascunho” já traz uma variação bem maior, com algumas falhas e imagem muito fosca.

No teste de texto, o resultado foi bastante semelhante nas três qualidades, sem a ocorrência de nenhum problema. Todos os caracteres, com suas variações de forma e tamanho, eram legíveis e livres de qualquer deformação. Apenas a fonte Impact, por ser mais grossa que as demais, apresentou uma linha branca no meio das palavras ao ser impressa em “Rascunho”.

Papel fotográfico

Apesar de este tipo de papel oferecer apenas dois tipos de qualidade (“Melhor” e “Normal”), o resultado obtido não difere muito do encontrado no sulfite. Embora a gramatura e o brilho da folha deem um efeito melhor à imagem, ainda é possível perceber como as cores são foscas e a presença das pequenas manchas.

Esse teste serviu para comprovar que o forte da HP OfficeJet pro 8500 não é a impressão de imagens. É possível notar ainda os grânulos nas figuras, que as tornam foscas, mesmo com o brilho natural do papel. As imagens obtidas em qualidade “Normal” também repetiram os problemas das linhas e da pouca cor.

Teste em papel fotográfico

Mesmo assim, não é possível dizer que o resultado final seja ruim. As fotos configuradas em qualidade “Melhor”, apesar de não ficarem como as obtidas na gráfica, são agradáveis e fazem uma boa diferenciação de cores e tons, embora não mantenham os altos níveis de saturação.

Já em preto e branco, a diferenciação entre os tons escuros são prejudicados pelos já citados grânulos. Eles fazem com que os elementos mais claros assumam uma escala de cinza muito semelhante, o que faz com que determinados pontos se transformem em apenas uma massa uniforme.

Papel couchê

A maior surpresa na análise da HP OfficeJet Pro 8500 foi durante o teste de qualidade do papel couchê. A impressora simplesmente não conseguiu fixar a tinta corretamente na folha.

O que a princípio parecia ser um erro de impressão, foi comprovado como um problema do equipamento após uma segunda tentativa. Apesar de todos os elementos da imagem estarem presentes e definidos, a pigmentação ficou toda manchada e com falhas na figura inteira.

Resultado em papel couchê

Ao tirar a folha da impressora percebemos que a tinta saía com extrema facilidade no dedo. Bastaram alguns minutos para que ela se fixasse definitivamente, mas isso não impediu que as marcas que ficaram tornasse a impressão inválida. Dessa forma, caso queira imprimir uma foto com a HP OfficeJet Pro 8500, risque o papel couchê da sua lista de possibilidades.

Velocidade

Segundo o site oficial da HP, a OfficeJet Pro 8500 é capaz de imprimir até 35 páginas por minuto em qualidade “Rascunho”. Para pôr à prova esse valor, criamos um arquivo de texto com diferentes fontes e efeitos, como negrito, itálico, sublinhado e tamanho variado.

O resultado que obtivemos na impressão de 35 páginas desse documento, apesar de não estar dentro do minuto informado no site, foi bastante agradável: 1 minuto e 42 segundos. Essa média de aproximadamente 3 segundos por folha pode ser considerada rápida, visto que todas as folhas mantiveram um padrão uniforme de qualidade, sem nenhum tipo de problema.

Análise da copiadora

HP OfficeJet Pro 8500Outro elemento muito importante em uma multifuncional é sua copiadora, por isso decidimos descobrir até que ponto esse recurso da OfficeJet Pro 8500 era capaz de suportar.

Além dos três níveis de qualidade de impressão, este modelo também oferece ao usuário a possibilidade de reduzir e ampliar suas folhas da maneira que desejar. As configurações dessa alteração de tamanho são pré-programadas e podem ser selecionadas pelo visor LCD.

Para testar a qualidade e a velocidade da copiadora utilizamos um arquivo em preto e branco com imagens com variados tons de preto, além de caracteres nos mais diversos tamanhos e formatos.

Qualidade da cópia

Analisando a qualidade das cópias foi vista uma grande diferença existente em cada um dos três níveis oferecidos pela HP OfficeJet Pro 8500. Isso sem falar do tempo que cada operação levou desde o momento em que o botão de comando é acionado até a emissão do som que indica que a tarefa foi concluída.

No caso do “Rascunho” (indicado como nível 1 no visor do aparelho), o resultado da cópia é bastante simples. Da mesma forma que aconteceu com a impressão de fotos, aqui o nível de preto é deveras baixo, o que dá uma tonalidade esbranquiçada ao documento todo. Entretanto, foram necessários apenas 10 segundos para que a cópia fosse feita.

Imagem original

Outro detalhe é que pontos mais claros simplesmente são eliminados, ou seja, não são reproduzidos na cópia. Além disso, também houve uma mistura de cor em alguns elementos que não existia no original.

Esse pequeno problema também foi repetido no nível “Intermediário” da copiadora, porém em menor intensidade. Mesmo levando 21 segundos para terminar a cópia, as imagens continuam com baixo contraste, mas o nível de preto já é um pouco maior do que no “Rascunho”. Por outro lado, ainda não é possível diferenciar alguns tons na escala de cinza.

Já no nível máximo de qualidade, o resultado final é muito melhor do que nos testes anteriores. Entretanto, mesmo levando 1 minuto e 18 segundos para concluir a operação, é possível ver que a cópia é um pouco mais clara que o original. Além disso, as fotos continuam a apresentar um aspecto granulado.

Cópia

Velocidade de cópia

Novamente o site da HP informou que a multifuncional era capaz de realizar até 35 cópias em um minuto. Contudo, ao contrário do que vimos no teste de velocidade de impressão, o mesmo arquivo demorou um tempo muito maior para concluir a operação: 2 minutos e 27 segundos.

Apesar de o tempo necessário para realizar todas as cópias ser mais que o dobro indicado pelo fabricante, é notável que a média de impressão de cada folha é, de fato, muito rápida. Ao copiarmos 35 vezes o mesmo documento, temos cerca de 4,2 segundos por página, algo bastante impressionante se relevando a qualidade final.

Análise do scanner

Uma das funções mais interessantes da HP OfficeJet Pro 8500 é a qualidade que o scanner alcança. Além disso, todas as operações podem ser acessadas tanto pelo painel do equipamento quanto pela tela do computador.

Entretanto, por mais que o resultado final seja bastante satisfatório, os mais exigentes podem se incomodar com um problema que se repetiu em todos os testes. Independente da qualidade selecionada, todos os arquivos finais apresentaram um leve tom azulado. Apesar de pouco perceptível em alguns casos, em outros fazia uma grande diferença.

Grânulos na imagem

A melhor qualidade alcançada pelo scanner da OfficeJet Pro 8500 foi em arquivos PDF. Apesar do já citado problema, o restante do arquivo estava dentro do aceitável. Mesmo sendo um pouco mais claro que o original e com a presença de grânulos, não havia nada que comprometesse a digitalização, principalmente em documentos em preto e branco.

Por outro lado, quando o formato utilizado era o JPG, era perceptível a diferença. Manchas brancas são vistas por todo o arquivo, além de a granulação ser mais evidente.

Aprovado

O que chamou nossa atenção.

Aparência

O visual é um dos grandes destaques da HP OfficeJet Pro 8500. Apesar de ser um pouco grande em comparação a outros modelos para escritório, não é nada que atrapalhe. Além disso, é compreensível que ela tenha esse tamanho visto as várias funções que realiza.

O design do equipamento é muito bonito. A base branca e os elementos em preto criam um contraste ótimo, complementado por detalhes em Black Piano que tornam a OfficeJet Pro 8500 perfeita para qualquer tipo de ambiente.

Belo visual

Outro elemento que faz com que a aparência da impressora seja bastante limpa é o fato de as folhas ficarem “escondidas” dentro da bandeja. Pode parecer besteira ou irrelevante, mas em um escritório isso é fundamental para manter o local organizado.

Funções e botões

De que adianta ser bonita, se não for prática? Felizmente, este modelo da HP consegue ser os dois ao mesmo tempo e não decepciona na facilidade de realizar qualquer uma de suas funções. Além de imprimir documentos, a OfficeJet Pro 8500 também cria cópias de arquivos, funciona como scanner e aparelho de fax.

Todos esses recursos podem ser acessados por teclas existentes na parte superior do aparelho. A separação é feita de acordo com as funções realizadas pela impressora, o que torna simples a utilização.  Outro ponto interessante é a emissão de um pequeno efeito sonoro quando a operação é concluída.

Painel

Além disso, o aparelho possui um pequeno visor LCD para facilitar a configuração de cada impressão. Por meio dele o usuário acompanha o nível de tinta existente, além de ajustar elementos como quantidade de páginas e o redimensionamento de imagens.Entradas

Para quem pretende utilizar o fax da OfficeJet Pro 8500, uma boa notícia: a existência de um teclado numérico facilita o uso do recurso. Outro ponto bastante interessante é a possibilidade de armazenar números favoritos de fax no sistema da multifuncional, como uma espécie de agenda telefônica. Dessa forma, caso envie arquivos com frequência para alguém, basta adicioná-lo em um dos cinco atalhos e, com apenas um toque, concluir o processo.

Há também entradas destinadas a pendrives e cartões de memória. Ao conectar algum desses dispositivos na impressora, é possível imprimir qualquer arquivo de imagem existente diretamente do equipamento. O único problema é que o pequeno visor não possibilita saber qual foto vai ser selecionada, o que pode fazer com que você imprima o arquivo errado ou todos de uma só vez.

Direto do computador

Além de ser bastante prática de se manusear, a HP OfficeJet Pro 8500 ainda oferece ao usuário a possibilidade de controlar todas as suas funções por meio do computador, isso sem falar do fato de o equipamento poder ser compartilhado por até dez usuários em rede.

Todas as funções da impressora podem ser acessadas por meio do HP Solution Center, instalado com o CD que acompanha o produto. Com o aplicativo, além de comandar o equipamento, você monitora o nível de tinta e encontra solução para pequenos problemas que possam ocorrer durante a impressão.

Direto do PC

Entretanto, aqui cabe uma pequena crítica ao CD de instalação que acompanha a OfficeJet Pro 8500. A falta de um sistema de execução automática (o chamado “autorun”) da mídia pode dificultar usuários mais leigos. Ao tentar acessar os arquivos do disco, a desorganização de pastas e documentos atrapalha.

Por mais que a presença do instalador do driver esteja destacada (seu ícone, na cor preta, destoa completamente dos demais), bastaria o sistema ativá-lo ao inserir o CD para que tudo ficasse mais simples.

Consumo de tinta

Como é possível perceber nesta análise, a HP OfficeJet Pro 8500 passou por uma extenuante bateria de testes. Ao todo foram mais de cem páginas impressas em todos os níveis de qualidade possível, tanto em preto e branco quanto em cor.

Ao chegar até aqui, você deve estar se perguntando como a tinta suportou tudo isso. Para nossa surpresa, a multifuncional não chegou a gastar nem mesmo 25% dos níveis do cartucho – a única exceção é para o amarelo, que ultrapassou esse valor, mesmo que por pouco.

Consumo de tinta

No fim da análise viu-se que a economia é realmente o grande destaque da multifuncional. Assim como questionamos no início dos testes, de fato o nível de consumo de tinta e papel é realmente muito baixo, o que faz com que o rendimento seja maior.

Velocidade

Por mais que os valores obtidos nos testes tenham sido superiores aos apresentados no site oficial da fabricante, uma coisa é certa: a HP OfficeJet Pro 8500 é realmente uma impressora realmente rápida.

Tanto na análise de impressão quanto de cópia os resultados são satisfatórios, principalmente quando precisava criar uma grande quantidade de páginas. Foi exatamente em situações assim que a multifuncional apresentou seus menores tempos, porém sem deixar a qualidade do material de lado: todas as folhas mantinham uma uniformidade e nenhum problema aparente.

Reprovado

Do que esperávamos mais.

Problemas com tons

Uma coisa ficou bastante evidente durante a análise da HP OfficeJet Pro 8500: imprimir imagens não é seu forte. Todos os testes com fotos apresentaram figuras muito mais claras que as originais, mesmo quando selecionada a qualidade máxima.

Como é possível perceber nas imagens que ilustram a análise, é como se efeitos de sombra simplesmente desaparecessem. Da mesma forma cores saturadas foram amenizadas durante a impressão, o que deu a sensação de haver uma espécie de filtro branco por toda a imagem.

Cores esbranquiçadas

Esse problema não é exclusividade da impressão, já que a mesma claridade foi percebida na digitalização de documentos e nas cópias. Apesar de não prejudicar quando se trata de textos, é algo fundamental para quem trabalha com imagens.

Grânulos e mais grânulos

Outro elemento que percebemos todos os testes com imagens foi a presença de grânulos na impressão. Independente da qualidade selecionada, todas as fotos apresentavam em sua textura pequenos pontos que não existiam nos originais.

Grânulos

Isso foi constatado não apenas em figuras coloridas, mas até mesmo naquelas feitas em preto e branco. Apesar de ser algo que pode passar despercebido para muita gente, pode comprometer o trabalho de quem precisa de impressões de alta qualidade.

Marcas de impressão

Caso você queira utilizar a HP OfficeJet Pro 8500 para imprimir imagens em qualidade “Rascunho” e “Normal”, se prepare: as fotos vão apresentar marcas de impressão. Todos os testes que utilizaram essa configuração apresentaram linhas que cruzavam toda a folha, como se acompanhassem o movimento dos cartuchos.

A única forma de se manter longe dessas falhas é utilizar a qualidade máxima oferecida pela impressora. Entretanto, desse modo, o usuário é obrigado a gastar mais tinta.

Vale a pena?

Apesar de algumas limitações no que diz respeito à qualidade das imagens, a HP OfficeJet Pro 8500 é uma ótima impressora para escritórios. Levando-se em conta que o fundamental nesses ambientes é a impressão de documentos, pode-se dizer que a multifuncional saiu-se bem quando o assunto é texto, principalmente por conta de sua velocidade.

No caso de imagens, ela deixa um pouco a desejar, já que não consegue reproduzir arquivos e documentos com a mesma qualidade que o original, seja na hora de imprimir ou simplesmente copiar. Dessa forma, para usuários que necessitem de perfeição em imagens, não recomendamos este modelo.

Entretanto, em uma visão geral, a HP OfficeJet Pro 8500, cujo preço sugerido pelo fabricante é de R$ 899, é um modelo mediano. Apesar de seu alto desempenho na impressão de textos, ela deixa a desejar em imagens. Isso faz com que a decisão final seja do usuário: para que fim ele procura uma impressora? É a partir dessa resposta é que ele deve colocar os prós e contras da multifuncional em uma balança e analisar se ela é aquilo que espera.

Cupons de desconto TecMundo: