Na última semana, durante a Game Developers Conference 2010, a Sony anunciou o lançamento do PlayStation Move. Trata-se de um novo controle para o Playstation 3, similar ao sistema utilizado pelo Nintendo Wii, que permitirá a captura de movimentos dos usuários durante as partidas.

A novidade amplia ainda mais as possibilidades do video game que é considerado hoje uma das plataformas mais poderosas de entretenimento disponíveis no mercado. Com lançamento previsto para o segundo semestre no mercado brasileiro, o produto estará disponível pelo preço médio de US$ 99.

Mas o que muda no acirrada disputa dos consoles com o lançamento do PlayStation Move? Quais as novidades em termos de títulos que vão despertar a curiosidade dos gamers de plantão? E, principalmente, quais as tendências que o novo formato adotado pela Sony antecipa tendo em vista o futuro lançamento do Project Natal pela Microsoft?

Visual do Move.

Conhecendo o PlayStation Move

A chegada do PlayStation Move encerra uma série de boatos iniciados há quase um ano. Desde as especulações em torno do nome - Arc e Wand foram algumas das opções – até mesmo a aparência e o funcionamento do novo controle, dezenas de rumores foram destaque na mídia especializada ao longo desse período.

O novo controle anunciado pela Sony terá um funcionamento bastante similar ao Wii Remote do Nintendo Wii. Porém, com alguns diferenciais que o aproximam da ideia do Project Natal, video game da Microsoft previsto para o final do segundo semestre de 2010.

O PlayStation Move é um controle sensível ao movimento que vai possibilitar aos jogadores interagir de forma mais dinâmica em títulos específicos a serem lançados para o console. Porém, diferente do sistema utilizado pelo Wii, no Move os movimentos dos usuários serão captados pela PlayStation Eye Camera.

O acessório será vendido juntamente com o novo controle. Juntos, o controle e a câmera permitirão uma alta precisão na captura dos movimentos que, interpretados pelo jogo, se transformarão em comandos efeitos de jogo.

Por exemplo, imagine que você está jogando um game de tênis no Playstation 3 e utilizando o Move como controle. Ao invés de clicar em um botão para rebater a bola, basta fazer o mesmo movimento de um saque com o controle para que o sistema o entenda como um comando e aplique o movimento em seu personagem no jogo.

Sub-controller que acompanha o produto.

Novidade revolucionária ou cópia barata?

Por seu formato bastante similar ao Wii Remote, tão logo o presidente da Sony Worldwide Studios, Shûhei Yoshida, anunciou o produto, não demorou a surgir na internet as primeiras manifestações se referindo ao produto da Sony como uma cópia barata. Será mesmo?

Basta analisar algumas características do produto para perceber que, se por um lado a revolução é menor do que se esperava, por outro ele está longe de ser uma imitação de qualquer coisa que seja. O Move possui um giroscópio e um acelerômetro de três eixos e uma esfera colorida na ponta com campo magnético. Os dispositivos permitem a interpretação dos movimentos por parte da Eye Camera com maior precisão.

Segundo Yoshida o tempo de resposta do novo controle é praticamente instantâneo, girando em torno de 1/30 a 1/60 segundos. Se comparado com o Wii o desempenho é superior, já que o controle da Nintendo tem tempo de resposta de um segundo.

O Move conta ainda com um sub-controller, uma espécie de nunchuck similar ao do Wii com direcional analógico e três botões. A proposta do novo controle é que ele se adapte facilmente aos usuários que nunca pegaram um controle na mão, por isso a importância do rápido tempo de resposta.

O giroscópio situado na ponta do controle permitirá ao jogador utilizar qualquer tipo de movimento: gestos lentos, rápidos, longos e curtos podem, assim, ser diferenciados apenas com a intensidade de movimento do braço do usuário.

A comparação com o Project Natal também é inevitável, porém ainda se sabe muito pouco acerca do funcionamento do novo console da Microsoft para fazer qualquer afirmação. No entanto, é possível presumir um sistema similar de captura de movimentos, porém com o diferencial de dispensar o controle.

O que mais importa: jogos

De nada adianta colocar no mercado um produto com tantas inovações para um console se não houver uma boa variedade de títulos disponíveis para o usuário colocar à prova todo o potencial do novo controle. Se depender da Sony, nesse quesito, os jogadores não terão nada a reclamar.

Até o final do ano a empresa pretende colocar no mercado pelo menos 20 novos títulos que utilizem os recursos do PlayStation Move. Empresas como Activision, ATLUS, Capcom, Disney, Electronic Arts, Koei, Konami, NAMCO BANDAI, Sega, Sony Online Entertainment, Square Enix, THQ, Ubisoft, Warner Bros são apenas algumas que já desenvolvem jogos para o novo formato.

Além disso, alguns jogos já lançados e que são compatíveis com a Eye Camera também contarão com suporte para o novo controle. É o caso de títulos conhecidos como SOCOM 4, LittleBigPlanet e do simulador EyePet.

Durante a apresentação do produto, alguns novos títulos tiveram seus DEMOS apresentados e chamaram a atenção: Motion Fighter, Move Party, Sports Champions, TV Superstars, The Shoot e Slider foram alguns deles.

Em Sports Champions, por exemplo, foi apresentado um duelo entre gladiadores, com os controles de movimento servindo de base para um martelo e um escudo. Dentro do mesmo game, uma simulação de tênis de mesa chamou atenção pela precisão e rapidez de movimentos.