Netflix lançará plano grátis com anúncios no Brasil? Entenda

2 min de leitura
Imagem de: Netflix lançará plano grátis com anúncios no Brasil? Entenda
Imagem: Fabio Principe/Shutterstock
Avatar do autor

A Netflix emitiu um comunicado nesta semana informando que não há garantias de que será lançado um plano gratuito que será custeado com anúncios. Apesar de a modalidade estar sendo testada, a plataforma disse que uma assinatura do tipo pode não chegar aos consumidores.

O comunicado da empresa foi emitido em resposta a uma matéria do F5, site de entretenimento da Folha de São Paulo. O veículo havia divulgado uma notícia pontuando que Francisco Ramos, vice-presidente de Conteúdo da Netflix na América Latina, havia informado que o streaming teria um plano gratuito com publicidade.

"Nós teremos a mesma versão do catálogo com publicidade e sem publicidade", teria dito o executivo. A vice-presidente de Conteúdo da Netflix para o Brasil, Elisabetta Zenatti, que também estava no encontro, teria confirmado que a companhia vai “lançar uma assinatura suportada por publicidade" no nosso país.

Netflix

Depois da publicação da matéria, a assessoria de comunicação da Netflix explicou que houve um "mal-entendido" por parte do vice-presidente de conteúdo da plataforma na América Latina. Por causa disso, a plataforma assegurou que por enquanto não há nenhuma garantia de que um plano gratuito com anúncios será lançado no Brasil.

"Ainda estamos na fase inicial de analisar como lançar uma opção com preço mais baixo suportado por anúncios e nenhuma decisão foi tomada. Neste momento, há apenas especulações sobre o assunto", disse um porta-voz da Netflix ao TecMundo.

Reformulação dos planos

Apesar de nada oficial, a possibilidade de a Netflix lançar um plano pelo menos mais barato com publicidade é bastante grande e deve ocorrer até o final de 2022. A entrada de publicidade é uma grande quebra de paradigma para a empresa, que chegou a dizer que nunca faria isso.

Contudo, resultados de mercado fizeram com que a empresa precisasse mudar a estratégia comercial. Os novos planos são uma resposta principalmente à perda de 200 mil assinantes no primeiro trimestre de 2022 (na comparação com o quarto trimestre de 2021), a queda mais expressiva de assinantes em dez anos.

Netflix

E a expectativa é ainda pior, já que a companhia estima perder mais 2 milhões de usuários nos próximos meses desse ano. Analistas sugerem que o preço caro das assinaturas atuais e o aumento expressivo de concorrentes (HBO Max, Amazon Prime Video, Hulu, Disney+, Paramount+, Star+ e vários outros) estão entre as respostas para a queda de assinaturas.

Atualmente, a Netflix atua no Brasil com três opções de planos, com valores partindo de R$ 25,90.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.