YouTube ordena encerramento do bot Groovy no Discord

1 min de leitura
Imagem de: YouTube ordena encerramento do bot Groovy no Discord
Imagem: Unsplash
Avatar do autor

O Groovy, um dos bots de música mais populares entre os usuários do Discord, deixará de funcionar no dia 30 de agosto, conforme anunciou o criador da ferramenta Nik Ammerlaan, nessa quarta-feira (25). O encerramento do serviço ocorrerá por conta de uma solicitação do YouTube.

De acordo com o The Verge, o Google enviou uma notificação de "cessar e desistir" ao proprietário do Groovy Bot, informando sobre as violações dos termos de serviço do YouTube. Na carta, a gigante das buscas exigiu o fim das atividades do mecanismo em um prazo de até sete dias, o que foi imediatamente aceito por Ammerlaan.

A cobrança de uma assinatura mensal de US$ 5,99, o equivalente a pouco mais de R$ 31 pela cotação do dia, que serve para desbloquear recursos premium do bot, seria a causa das violações mencionadas pela dona da plataforma de vídeos. Segundo o Engadget, o Groovy poderia continuar funcionando se fosse gratuito.

O fim do Groovy foi confirmado pelo criador da ferramenta.O fim do Groovy foi confirmado pelo criador da ferramenta.Fonte:  Groovy/Divulgação 

Usado atualmente em mais de 16 milhões de servidores do Discord, o bot já chegou a acumular mais de 250 milhões de usuários em todo o mundo. A ferramenta permite tocar músicas que podem ser ouvidas nas salas de chat, usando principalmente as faixas extraídas do YouTube — ele também é compatível com o Spotify e outras plataformas de streaming.

Próximo alvo?

A pressão do Google para o encerramento do bot Groovy deixou usuários do Discord preocupados. O medo é que a mesma medida seja tomada pela empresa de Mountain View contra outras ferramentas com funcionamento semelhante, como o Rythm.

Instalado em quase 20 milhões de servidores, o bot atende a mais de 560 milhões de pessoas, números superiores aos do robô musical que deixará de funcionar em breve, aparecendo como um possível próximo alvo do YouTube. Até o momento, o Rythm segue ativo no serviço.