Há dez anos, a internet era uma terra distante para a maioria das pessoas. Conexões discadas por modems barulhentos, normalmente após a meia-noite ou em finais de semana (para pagar apenas um pulso telefônico), e velocidade máxima de 56 kbps eram a feliz realidade de muitos.

A aparência da web também era diferente. Cores fortes e lisas e poucas imagens. O texto era predominante por uma questão simples: imagens demoravam a serem baixadas e tornavam os sites lentos.

Google.com

Sim. O Google já era popular há dez anos, mas não como hoje em dia. Na época, havia bastante concorrência com o Cadê, o Yahoo e o Altavista.

Desde 2001, o Google evoluiu bastante em termos de indexação, popularidade e design. Mas a página comemorativa do Dia das Mães, por exemplo, deixa claro que, mesmo naquela época, o ideal de visual limpo já estava presente na empresa.

Altavista.com

Um dos buscadores mais populares de sua época, em 2001 o Altavista era um aglomerador de informações muito útil. As pesquisas incluíam notícias, imagens e artigos de todas as partes do mundo, e até mesmo um sistema de busca por preços para produtos podia ser utilizado.

Como na grande maioria dos indexadores de sites da época, se o usuário quisesse que seu site fosse encontrado na busca, era necessário cadastrar sua URL no sistema, com descrições, página principal e palavras-chave.

Yahoo!

Lembrem-se: imagens deixavam os sites carregados. Como a conexão de internet nos idos de 2001 era discada, os sites tinham poucas fotos. No caso do Yahoo!, as únicas imagens eram da logo e dos principais serviços. Ainda não era o portal de notícias que temos hoje, mas já era um dos mecanismos de busca preferidos da maioria dos usuários de internet.

Na mesma época, foi lançado o Yahoo! Messenger (que pode ser visto sendo anunciado logo abaixo da logo do site).

Cadê?

Quem usava a internet no começo dos anos 2000 no Brasil com certeza usou o Cadê? para fazer suas pesquisas. Um mecanismo de buscas genuinamente brasileiro, com resultados ótimos para estudantes e profissionais.

Por ser voltado ao público brasileiro, o Cadê? assumiu uma força descomunal em muito pouco tempo, mas acabou sendo ofuscado pelo crescimento de outros indexadores e foi incorporado pelo Yahoo!.

Baixaki.com.br

Sim, nós estávamos online em 2001. O Baixaki foi fundado em 2000 e em pouco tempo assumiu uma posição de liderança em downloads de aplicativos na internet. E como você pode ver, o visual melhorou bastante!

Amazon.com

Apesar de ainda não ser a loja de departamentos virtual com quase tudo como hoje em dia, a Amazon já assumia uma posição de liderança dez anos atrás. Já estava no ar a Amazon Internacional, com centenas de itens prontos para serem enviados ao mundo inteiro. Diversos departamentos (inclusive com venda de eletrônicos) aumentavam a visualização da loja.

Submarino.com.br

Nem só de lojas internacionais o comércio online vivia em 2001. O Submarino já estava vendendo seus produtos naquele ano. Clássicos como “O Clube da Luta” e “60 Segundos” eram vendidos em DVD. Celulares com antena externa e flip custavam quase R$ 1.000 na época (nada de smartphones). Até mesmo o The Sims, lançado em 2000, consta na capa do site para venda.

Hotmail.com

O popular serviço de email da Microsoft já era o maior hospedador de mensagens gratuitas na internet na época. Mas não pense que o armazenamento era gigantesco como nos dias de hoje. Apenas alguns megabytes eram disponibilizados aos usuários.

Zipmail.com.br

Um dos principais serviços de email gratuitos do Brasil (e ainda em atividade), o Zipmail conquistou corações cibernéticos ao disponibilizar aos usuários uma interface simples, em português, e com impressionantes 1 MB de armazenamento para suas mensagens.

Brasil On Line (BOL)

Um dos primeiros grandes portais de notícias a disponibilizarem emails gratuitos aos seus usuários, o BOL conquistou a web no início dos anos 2000 com notícias e atualidades complementando o serviço de emails. Era a ideia de concentração de serviços em um único site, que se espalhou rapidamente, tomando forma na internet brasileira.

Universo On Line (UOL)

Outro grande portal da internet brasileira também andava a passos largos em 2001. Ainda que a maioria das notícias da página inicial não tivessem imagens (novamente, a internet era lenta – lembre-se sempre disso) a distribuição de conteúdo se tornou referência para outros portais de novidades.

Terra.com.br

Mais um gigante das notícias na internet brasileira, o Terra tinha uma diagramação mais visual que seus concorrentes, facilitando assim quem procurava um conteúdo específico. As cores fortes e bem distribuídas contrastavam com o restante dos portais, dando um diferencial visual muito grande ao Terra na época.

iG.com.br

Um megaportal de informação e que, além do email gratuito, disponibilizava um discador para internet, de forma que seus usuários não precisavam pagar por um servidor de conexão para acessarem conteúdo online. O iG foi um marco na internet brasileira com sua política de conexão gratuita, mudando os padrões de mercado de muitas empresas após a adoção desse serviço.

Globo.com

Televisão sempre foi uma das paixões dos brasileiros, então não é novidade que um dos sites mais acessados de 2001 fosse o da Rede Globo. O portal já disponibilizava vídeos para visualização (em baixa qualidade, é claro) e a grade de programação das televisões de sua rede.

Fulano.com.br

O Fulano era um portal com uma abordagem diferente de conteúdo, não voltado para notícias, mas sim para o entretenimento. Jogos, chat, sistema para conhecer pessoas novas (na época não existiam sites de relacionamento) e muito mais fizeram sucesso no início dos anos 2000.

Grupos.com.br

Um dos maiores sistemas de criação de grupos de discussão por email, o Grupos fez (e ainda faz) parte da vida social de muitas pessoas. Categorizando seus grupos por assunto, qualquer um poderia encontrar fontes de discussão sobre tópicos interessantes e juntar-se a elas.

Blogger

Antes de existir o WordPress, havia apenas o Blogger: um sistema de criação de páginas pessoais para compartilhamento de textos, que se tornou o diário de centenas de milhares de adolescentes de toda uma geração.

Portal hpG

Quem queria hospedar um site mais complexo que apenas um blog e não queria pagar nada por isso normalmente acabava no Portal hpG. O site hospedava qualquer tipo de conteúdo de forma gratuita, exibindo propagandas em popups e barras no site hospedado como forma de pagamento.

Humortadela

Quem nunca recebeu um vídeo ou uma piada do Humortadela não usou a internet em 2001. Um compilado de diversão, o site era o destino certo de quem queria dar risadas nos anos 2000.

Mercado Livre

Inaugurando um segmento de venda pela internet, o Mercado Livre ainda estava no início em 2001, mas já contava com centenas de milhares de anúncios de tudo o que se possa imaginar. O visual do site foi melhorado, com certeza, mas é possível identificar os mesmo padrões de informações daquela época hoje em dia.

Wikipedia

Ainda não estava disponível em português. Também não tinha tantas informações visuais como fotos e gráficos. A Wikipedia foi lançada em 2001 como a primeira enciclopédia eletrônica de criação coletiva do mundo e iniciou um nicho de mercado. Mas era texto, muito texto.

.....

Todas as imagens de sites foram conseguidas utilizando o serviço Wayback Machine Internet Archive, que indexa imagens dos sites em diversas épocas. Se você se lembrar de outro site interessante e quiser ver como ele era antigamente, lá você pode.

Cupons de desconto TecMundo: