O que é a ferramenta de busca da Google para você, usuário da internet? Para muita gente, é interessante notar, trata-se da própria internet. Quantas vezes já não vimos pessoas que acham que todo o conteúdo acessado na rede “está no Google”? Confusões à parte, isso mostra o quão importante esse recurso é: conectar as coisas da rede de maneira que até o menos experiente dos usuários seja capaz de encontrar a informação que deseja da maneira mais prática e confortável possível.

Foi o início do que podemos considerar uma 'aldeia global', uma diminuição das fronteiras infinitas da internet de maneira que possam ser exploradas mais ordenadamente por qualquer usuário

Há 20 anos a Google vem buscando fornecer ao usuário a melhor experiência possível; e, com todas as mudanças que aconteceram na maneira como usamos a internet nesses últimos 20 anos, isso é um desafio e tanto. Em um evento na cidade de São Paulo nesta terça-feira (24), a empresa recebeu jornalistas para uma conversa sobre a evolução da ferramenta e a apresentação de novos recursos que que têm como objetivo tornar a experiência do usuário ainda melhor.

Insights que mudam o mundo

A conversa teve a introdução de Fábio Coelho, presidente da Google Brasil, que falou sobre como o serviço da empresa mudou desde sua concepção, em 1998, por Larry Page e Sergey Brin, criadores da companhia. Foi o início do que podemos considerar uma “aldeia global”, uma diminuição das fronteiras infinitas da internet de maneira que possam ser exploradas mais ordenadamente por qualquer usuário. Isso inclui uma evolução do recurso de uma simples ferramenta de busca, passando por um serviço de assistência até a realização de verdadeiras transações online.

aFabio Coelho, presidente da Google Brasil

Berthier Ribeiro-Neto, diretor de engenharia da Google para a América Latina, falou sobre como a empresa precisou trabalhar nas mudanças dessa ferramenta conforme o mundo passou a largar o desktop e adotar cada vez mais dispositivos móveis, como tablets e, principalmente, smartphones, e como isso foi importante para a Google chegar onde está hoje. Segundo ele, quase 90% da receita da companhia ainda são provenientes do recurso de busca.

Uma das grandes sacadas da dupla fundadora da Google ao criar sua ferramenta de pesquisa – algo que não era novidade na época – foi entender que as próprias páginas possuem conexões entre si, por meio dos (hoje já menos usados) links azuis, aqueles nos quais clicamos – ou tocamos – para acessar outros sites. Cálculos matemáticos complexos geraram o ranqueamento de páginas, um insight de Larry Page, que hoje é a base de como funciona o sistema de busca mais utilizado do mundo.

aBerthier Ribeiro-Neto, diretor de engenharia do Google para a América Latina

Parado ou em movimento

As mudanças drásticas de desktop para sistemas mobile foram cruciais para que a ferramenta se mantivesse relevante na hora de acessar conteúdo na internet. O primeiro smartphone foi inventado há apenas 11 anos, em 2007, e mesmo assim o recurso se adaptou a todas as novidades que esses dispositivos trouxeram. Agora, os resultados fornecidos pela plataforma têm que considerar a tela menor onde são visualizados, o posicionamento “nômade” dos usuários, as limitações da conexão móvel mais lenta e com sinal que pode ser intermitente e até a dificuldade na hora de digitar o que queremos procurar.

O importante para que o recurso de busca da Google se mantivesse sempre agradando o usuário foi encontrar a forma mais adequada para apresentar respostas em sistemas mobile

Isso gerou uma série de novos recursos que vão se adaptando àquilo de que o usuário precisa. É daí que vêm os painéis de informações sobre assuntos mais populares, como clima, trânsito, notícias sobre esportes etc., sistemas que autocompletam o que você busca ou que sabem, por meio de inteligência artificial, o que você quer pesquisar mesmo quando não escreve corretamente e, claro, os comandos por voz que culminaram no que hoje é o Google Assistente.

Tecnologia brasileira

Bruno Pôssas, responsável pela equipe da ferramenta de busca da Google em Belo Horizonte – de onde saem muitas das inovações na plataforma que são aplicadas no mundo todo –, falou sobre as procuras e as jornadas dos usuários na ferramenta. Segundo ele, o importante para que o recurso de busca da Google se mantivesse sempre agradando o usuário foi encontrar a forma mais adequada para apresentar respostas em sistemas mobile com menos links azuis e mais experiências visuais e informativas.

Outros recursos que aumentam a quantidade de informações proporcionadas pela Google são as pesquisas e os itens relacionados em toda busca

Por isso mesmo, vemos hoje painéis especiais quando certas informações são buscadas na plataforma, como resultados de partidas esportivas, dados sobre clima, trânsito e caminhos, filmes, livros e personalidades em geral. Isso agiliza o acesso do usuário à informação que ele realmente quer encontrar e ainda melhora muito a experiência.

Outros recursos que aumentam a quantidade de informações proporcionadas pela Google são as pesquisas e os itens relacionados em toda busca, que utilizam o sistema de machine learning da plataforma para entender exatamente que outros dados podem interessar ao usuário que procura algo bastante específico.

aBruno Pôssas, engenheiro-chefe de Busca da Google Brasil

Parcerias para melhor informar

Luciana Cordeiro, gerente de parcerias de produto, contou como os contatos da empresa podem beneficiar os usuários. Se você já fez alguma pesquisa na plataforma, por exemplo, na época do Carnaval sobre a maior festa popular do Brasil já deve ter visto que a ferramenta exibe detalhes específicos sobre os eventos, na forma também de painéis, inclusive mostrando no Google Maps vias públicas fechadas e os horários de bloquinhos e outros acontecimentos.

Aquela piada sobre procurar a respeito de uma dorzinha no Google e sair achando que está com algo muito mais grave do que o real acaba realizando parcerias com verdadeiros órgãos de saúde

Tudo isso é feito em parceria com as prefeituras locais das cidades onde o evento é procurado, especialmente em localidades já famosas pelos eventos públicos, como Rio de Janeiro, Salvador, Recife, São Paulo e outras. Além disso, outros dados são muito importantes e podem, inclusive, salvar vidas, como o acesso a sintomas de doenças diversas que contam com a assessoria de grandes hospitais e instituições ligadas à saúde.

Assim, aquela piada sobre procurar a respeito de uma dorzinha no Google e sair achando que está com algo muito mais grave do que o real acaba dessa forma – realizando parcerias com verdadeiros órgãos de saúde que vão passar informações muito mais confiáveis a quem consulta a ferramenta de busca. Além disso, ela já mostra listas próprias com vagas de emprego em união com grandes plataformas da área profissional.

aLuciana Cordeiro, gerente de parcerias de produto da Google Brasil

O poder das palavras

Para finalizar, mergulhamos um pouco mais nos recursos cada vez mais precisos e úteis acessados pelos comandos de voz e a inteligência artificial do Google Assistente. Não são apenas as buscas normais que realizamos na ferramenta que o assistente passa a fazer; ele também substitui algumas ações importantes nos smartphones, como a criação de alarmes e o acesso geral a uma grande diversidade de aplicativos de inúmeras naturezas.

No auge de seus 20 anos, a ferramenta de busca da Google tem uma grande capacidade de se adaptar a todas as mudanças pelas quais o uso da internet passou nessas duas décadas

A evolução da maneira como interagimos com os eletrônicos é bastante explícita e quem contou para a gente foi Lauren Pachaly, gerente de marketing da Google Brasil: quem viveu os anos 1970 pode atestar a revolução que foi passar a usar um teclado – programações eram feitas por meio de cartões perfurados. Os anos 1980 trouxeram outra revolução: o mouse. Tempos mais recentes introduziram as telas de touch e, agora, os comandos de voz vêm ganhando cada vez mais espaço entre os usuários de dispositivos móveis e já chegaram a assistentes domésticos de todos os tipos.

aLauren Pachaly, gerente de marketing da Google Brasil

Parabéns, Google!

No auge de seus 20 anos, a ferramenta de busca da Google tem uma grande capacidade de se adaptar a todas as mudanças pelas quais o uso da internet passou nessas duas décadas, além, é claro, de traçar algumas tendências dentro desse mundo tão orgânico. Não é à toa que muita gente continua achando que o Google é a internet – afinal, é lá que se encontra tudo de que se precisa na rede, sempre disponibilizado de um jeito que se adapta mais confortavelmente às nossas necessidades.

Cupons de desconto TecMundo: