O criador da World Wide Web, Tim Berners-Lee, se pronunciou sobre o caso envolvendo o Facebook e o uso indevido dos dados privados de seus usuários no direcionamento de propaganda política. Os comentários foram feitos através do Twitter pessoal dele pouco tempo depois de Mark Zuckerberg ter dado uma série de entrevistas nas quais pede desculpas pelo ocorrido.

Tim se solidarizou com Zuckerberg, dizendo que compreende o sentimento de alguém que vê a sua plataforma sendo utilizada de forma abusiva por outras pessoas. Mas ele acredita que o Facebook pode ser consertado, afirmando que os problemas da rede social foram criados por pessoas e também podem ser solucionados por pessoas.

Nos tweets, ele falou ainda sobre a importância de respeitar os dados dos usuários: “Qualquer informação sobre mim, não importa qual seja, é minha e somente minha para controlar. Se você recebeu o direito de utilizar esses dados para algum propósito, use-os somente para aquele propósito”. O comentário faz referência ao fato de os dados terem sido originalmente coletados com fins estritamente acadêmicos.

Para concluir, o criador da web fez um agradecimento às organizações de direitos digitais e aos jornalistas que investigam o impacto desses dados na web e no mundo: “Continuem lutando pela web que queremos. A web não vai alcançar o potencial dela sem vocês”.

Cupons de desconto TecMundo: