Imagine a seguinte situação: você procurou algum site específico no Google e, quando encontrou o que buscava, a página não podia ser acessada e exibiu uma mensagem de erro. Você já deve ter passado por isso, certo?

A boa notícia é que, mesmo quando as páginas estão offline ou possuem algum tipo de erro, ainda é possível acessar uma versão mais antiga do conteúdo utilizando o cache.

Mas, afinal, o que é cache?

O termo “cache” diz respeito, basicamente, a uma área de armazenamento de dados para que o acesso seja feito de forma mais rápida depois. Na prática, temos um exemplo conhecido: o Google possui uma ferramenta de cache. Isso significa que uma cópia da página é feita por bots, e é armazenada no servidor. Assim, caso o site esteja indisponível, ainda é possível acessar uma versão mais antiga que já estava armazenada no servidor do Google por meio do cache.

Contudo, se você estiver procurando algum conteúdo recente - como uma notícia, por exemplo -, terá problemas, já que o cache irá mostrar uma versão um pouco mais antiga da página que você estava tentando acessar - ou seja, aquela que foi visitada por último pelos bots.

Outra vantagem do cache é o aumento na velocidade de carregamento da página. Como os dados já estão armazenados no servidor, o conteúdo é exibido de forma bem mais rápida  e o mesmo ocorre nos smartphones. Contudo, isso tem um preço: o espaço consumido. Há apps que armazenam até mesmo 1GB de dados em cache.

Como acessar uma página por cache

Como estamos falando de buscas, o primeiro passo é abrir o Google e pesquisar o conteúdo necessário. Você verá diversos links listados nos resultados. Porém, o truque  está em onde você vai clicar na hora de acessá-los.

Logo abaixo dos links em azul, há uma URL em verde. Ao lado dela, há uma pequena seta. Clique nela, e você verá as opções “Em cache” e “Similares”. Você deve clicar na primeira opção.

Ao entrar na página, haverá um aviso do navegador apontando que o conteúdo exibido é de uma data mais antiga – no nosso exemplo, de um dia anterior. Assim, você deve estar ciente que não verá informações atualizadas.

Apesar de o navegador utilizado para o exemplo ser o Google Chrome, o cache também está disponível em outros navegadores.

Cupons de desconto TecMundo: