Quem odeia com todas as suas forças o recurso de autoplay de vídeos adotado por uma infinidade de sites e portais da internet, prepare-se para arranjar um espaço extra no seu coração para odiar a Google: a empresa acabou de implementar a ferramenta no seu serviço de busca. Ao que parece, a novidade está em fase de testes e começa a ser oferecida a alguns usuários da plataforma a partir desta quarta-feira (26).

A ideia é que o clipe substitua as imagens na coluna de informações sobre o tema que fica à direita da página quando a pesquisa envolver filmes, seriados ou outros assuntos relacionados a produtos multimídia. Uma busca pela data de lançamento do longa-metragem da Liga da Justiça, por exemplo, estampa um trailer da produção acima dos dados técnicos, de sinopse e do elenco da obra.

Sentiu o drama?

Felizmente, nem tudo é um pesadelo com essa empreitada da Gigante das Buscas. Para começar, a reprodução automática dos clipes é feita com o som no mudo, impedindo que você tome um susto ou seja incomodado com o material. Basta clicar no ícone do alto-falante para escutar o áudio original, caso você tenha interesse em se aprofundar mais no tema.

Além disse, pelo menos por enquanto, a iniciativa parece afetar apenas o site em sua versão desktop. Alguns rumores e pistas obtidos pelo Android Police, no entanto, indicam que as plataformas mobile podem, muito em breve, receber o recurso. É interessante notar, porém, que ainda que esses vídeos não tragam anúncios, a maioria deles se origina de uploads de terceiros no YouTube, e não das empresas detentoras dos direitos do produto.

Espaço extra para anunciantes e parceiros

O que isso significa? Que a Google pode começar a usar esse espaço extra para alavancar mais um formato de exposição para anunciantes e parceiros. Dessa forma, quem pagar mais pelo negócio acaba ganhando destaque em pesquisas relacionadas a produções e serviços em alta no momento. Partindo do princípio que a companhia de Mountain View tira o grosso dos seus ganhos da publicidade online, a ideia faz muito sentido mesmo que algumas pessoas se incomodem com a novidade, não é? Deixe o seu comentário sobre o assunto mais abaixo.

Cupons de desconto TecMundo: