Depois de quase 12 anos de existência, o MSN Messenger continua firme e forte na preferência dos brasileiros, que utilizam o serviço para conversar com os amigos, compartilhar documentos, realizar videoconferências e até mesmo se conectar a redes sociais.

Primeira e última interface (Fonte da imagem: Windows Team Blog)

Entretanto, como não podia deixar de ser, a evolução foi gradual, começando simples e se modificando a cada nova atualização. Portanto, acompanhe o Tecmundo em uma viagem “desde os primórdios até hoje em dia”, conferindo toda a evolução do mensageiro desde seu lançamento até a última versão.

O lançamento: Messenger Service 1

Em 21 de junho de 1999, quando o MSN foi lançado, a única coisa que você podia fazer era conversar por texto, usando apenas 320 Kb de espaço no disco rígido para instalar o programa, imagine só! Ele permitia a conversa entre usuários do Hotmail e do AOL Instant Messenger.

Entre os destaques que eram divulgados pela assessoria de imprensa da Microsoft estavam a execução em plano de fundo e os alertas automáticos quando os contatos estavam online, algo bastante chamativo e inovador para a época.

Com uma lista de contatos simples, você não podia mudar seu status (apenas com as opções online, offline e ausente) ou excluir “amigos” de sua lista. Todavia, desde a primeira versão, era possível bloquear pessoas com quem você não queria conversar, o que, vamos confessar, é uma das opções mais usadas do mensageiro.

Primeira versão do MSN Messenger

Com uma interface extremamente simples, o MSN Messenger possuía uma barra de ferramentas com apenas quatro botões: “adicionar”, “enviar”, “status” e “web”. Porém, a opção “enviar” nada tinha a ver com aquilo que conhecemos hoje em dia, servindo para enviar mensagens instantâneas do próprio comunicador, emails e convites para também utilizar o novo serviço.

Entre as opções disponíveis para modificar o sistema estavam a exibição do ícone do MSN na Barra de tarefas, sempre manter o mensageiro conectado e mostrar-se como ausente depois de algum tempo inativo.

Messenger Service 2 e 3

Para a segunda versão do MSN, disponibilizada em novembro do mesmo ano, era possível personalizar a janela de conversas, inserção de banner de anúncios e troca do botão “web” pela opção “mail”, mais intuitiva para os usuários. Ele podia ser instalado, inclusive, no Windows Me, para quem usava essa versão do sistema operacional.

A grande mudança veio no MSN 3.0, porém não em sua interface. É nesta versão que foi introduzido o envio de arquivos entre contatos e a realização de conversas de voz. Para as conversas, o usuário precisava apenas de uma placa de áudio, microfone e caixa de som, usando o Net2Phone, um dos primeiros provedores de serviço VoIP.

Service 1, 2 e 3

Além disso, o Service 3 foi o primeiro a enviar mensagens de texto para celulares, bastando apenas configurar os números de telefone na nova aba de opções disponível no comunicador. Isso fez com que, em 2001, o MSN atingisse a marca de 31,9 milhões de usuários em todo mundo.

De acordo com a assessoria de imprensa da Microsoft, foi nesse ano que o serviço ultrapassou outros comunicadores, como o ICQ e o Yahoo! Messenger, tornando-se o mais usado em todo o mundo. Nesta época, o mensageiro já era disponibilizado em 26 idiomas diferentes, entre eles o português.

Messenger 4.6 e o Windows Messenger

Retirando o “Service” do seu nome de batismo em março de 2001, o MSN Messenger 4.6 revelou um visual um pouco mais aprimorado e, especialmente, um melhor gerenciamento e organização de contatos, já que agora mais pessoas faziam parte da sua lista de amigos do comunicador.

Vale a pena dizer que a versão 4.6 era compatível apenas com as versões anteriores ao Windows XP, lançado em outubro do mesmo ano. Para o XP, era possível usar apenas o Windows Messenger, que vinha instalado no sistema operacional.

Versão 4.6

No comunicador nativo do XP, o usuário era capaz de conversar através de vídeos e utilizar complementos para conectar você a salas de bate-papo com outros usuários. Não é à toda, portanto, que estas foram as primeiras versões a suportar o Messenger Plus!, complemento que modifica diversas características do mensageiro.

MSN Messenger 5 e 6

Aumentando cada vez mais o número de usuários, o MSN Messenger 5 foi liberado em sua versão completa no mês de setembro de 2002, agora disponível para todos os sistemas operacionais do Windows, podendo inclusive ser usado juntamente com o Windows Messenger no XP.  A versão trazia uma interface mais trabalhada e o ícone característico do bonequinho, já na janela do login.

Já a versão 6.0, lançada em julho de 2003, pode ser considerada a grande responsável por grande parte das opções que ainda existem atualmente. Entre os destaques podemos afirmar que o uso de emoticons no texto é, certamente, o primeiro da lista.

Messenger 4, 5 e 6

Além das carinhas que acompanham as conversas pelo mensageiro, o MSN permitia também a mudança do plano de fundo e da imagem de exibição, fazendo com que o usuário realmente pudesse mostrar sua foto para os amigos conectados, ou ainda, enviar uma imagem da webcam, permitindo que a pessoa acompanhasse o que estivesse acontecendo na sua casa.

A videoconferência também faz parte das atualizações do “novo” MSN, sendo inclusive mantida até hoje. O histórico de mensagens também apareceu nesta versão, assim como a criação de emoticons e imagens de fundo próprias.

MSN Messenger 7

MSN 7.0Em abril de 2005, a última versão a ser usada no Windows 98 e Me foi liberada para os usuários, trazendo os Winks como grande destaque. Agora era possível mandar pequenas animações para os amigos, compartilhando-as durante a conversação.

Nesta época também se integrou o mensageiro ao Xbox LIVE e adquirir imagens animadas, emoticons e decoração de fundo pela web, aumentando ainda mais a possibilidade de personalização do mensageiro.

Na atualização para a versão 7.5, uma das mais populares do mensageiro, o usuário podia usar planos de fundo dinâmicos e gravar mensagens de áudio de até 15 segundos, para enviar aos amigos.

Windows Live Messenger, a versão 8.0 do antigo MSN 

Com um nome diferente outra vez, fortalecendo a marca Windows Live, a nova versão do Messenger surgiu em novembro de 2005, trazendo uma tela inicial diferenciada e mais completa em relação às versões anteriores.

Além de permitir a visualização de sua imagem de exibição, a tela inicial do Windows Live Messenger 8.0 permitia armazenamento do endereço de email e senha, além de conectar o usuário automaticamente com apenas um clique, configurando a opção diretamente na primeira página.

Ao entrar no novo mensageiro, o que se via era o padrão atual da exibição dos contatos, destacando-se o apelido usado por cada amigo e sua mensagem pessoal. A imagem de exibição podia ser vista ou escondida por meio de uma seta, facilitando o aumento da área de visualização de mensagens.

Messenger 8.1

Messenger 8.1 (Fonte da imagem: WikiMedia Commons)

A interface trazia os ícones sem texto e permitia a personalização de cores de fundo das janelas. Foi aqui que a Windows Live ID substituiu a senha de acesso exclusiva do Messenger, facilitando a integração (novamente) entre os diversos serviços da plataforma Live da Microsoft.

Em termos de usabilidade, o maior destaque foi o envio de mensagens mesmo estando offline, o que trouxe mais privacidade para quem queria conversar, mas não queria aparecer para todos os contatos nem mesmo bloquear boa parte da lista de pessoas.

Nas atualizações que se seguiram, o comunicador permitia a visualização da imagem de exibição e nome de usuário em qualquer máquina com o Windows Live Messenger, além de uma lista de itens usados recentemente, facilitando o acesso aos emoticons, winks e imagems de exibição favoritos.

Foi nessa primeira atualização que surgiu, ainda, a compatibilidade com o Yahoo! Messenger, permitindo adicionar os contatos em um só lugar, sem o uso de diversos programas instalados.

A revolução 8.5

Apesar de já trazer diversas novidades para o comunicador, pode-se dizer que a atualização mais marcante do Messenger foi a versão 8.5, merecendo destaque especial na história do mensageiro. Ela é a versão que mais trouxe melhorias, sendo lançada em maio de 2007.

Messenger 8.5 com videoconferênciaA instalação era realizada através do pacote Windows Live, no qual você instalava também o Messenger em seu computador. Trazendo um design novo e moderno, no estilo do Windows Vista, a versão manteve a escolha de cores de fundo de janelas, porém trouxe efeitos mesclados para a personalização.

Para facilitar ainda mais a vida do usuário, o Messenger trouxe ainda a possibilidade de renomear os contatos com apelidos bizarros, facilitando a busca por cada um deles na lista. Além disso, o recebimento de arquivos tornou-se mais simples, já que o sistema criava pastas para cada contato, acessando-os como em um ambiente de rede.

Os emoticons, que já eram extremamente usados, ficaram ainda melhores, uma vez que estavam mais “animados”. Nesta época, surgiram diversos pacotes para criar e baixar emoticons, algo que certamente aumentou a popularidade do mensageiro. Para completar, foi investido bastante em interatividade, iniciando a fase de jogos online e vídeos compartilhados.

Windows Live Messenger 2009

As grandes novidades do Messenger 2009, apresentado oficialmente no início daquele ano, permitiam ao usuário usar links na área de status, imagem de exibição dinâmica e sons individuais para as diversas ações do sistema.

Messenger 2009

A interface, mais completa e intuitiva, trazia as opções de chamadas e compartilhamento de vídeos já na parte superior da tela. Além disso, era possível compartilhar e visualizar fotos de uma forma diferenciada, explorando-as na janela de conversas sem necessariamente salvá-las diretamente no computador.

A borda colorida, com a indicação de seu status e de seu contato, também fez sua estreia no Messenger 2009, assim como as últimas atualizações de cada contato (agora mostrados para todos os usuários). Vale a pena citar ainda que outros recursos foram retirados, como as pastas compartilhadas (utilizando agora o Windows Live SkyDrive), ou limitados por região, como alguns jogos.

Windows Live Messenger 2011 e as redes sociais

Fechando esta história do MSN, nada como falar do último Windows Live Messenger que, apesar de lançado em junho de 2010, contava com o nome “2011” já destacado em seu sistema. Aqui, a grande mudança se deu graças à interação com as redes sociais, algo que agradou a alguns e desagradou a muitos.

Apesar de diversos rumores apontarem para a interação entre Facebook e Twitter, apenas a rede social entrou na onda (juntamente com o Linkedin e o MySpace), enquanto o microblogging ficou de fora da lista de serviços que podiam ser integrados ao mensageiro.

Messenger 2011

Trazendo, portanto, uma interface extremamente diferenciada, uma vez que era preciso visualizar as atualizações das redes sociais, o Messenger 2011 causou estranhamento para muitos usuários. Isso, associado ao fato de que o novo comunicador não pode ser instalado no Windows XP fez com que muita gente ficasse frustrada com a nova versão.

Todavia, vale destacar que uma das modificações que certamente acrescentou ao comunicador foi a possibilidade de bater papo com os amigos do Facebook diretamente pelo Messenger, centralizando ambos os serviços em um só local.

Enquanto a lista de contatos ficou um pouco mais “apertada” na lateral direita, a visualização das atualizações de redes sociais e os jogos possuem mais espaço, colaborando para que o usuário fique conectado a tudo que está acontecendo (e à página do MSN, obviamente).

Para quem está acostumado em abrir apenas a lista de contatos e não quer se conectar a nenhuma rede, o Messenger 2011 trouxe um botão na lateral superior direita que retorna à visualização mais característica do mensageiro, facilitando o uso daqueles que gostavam das versões anteriores.

Live Messenger 2011 na versão minimizada

Depois de algum tempo do lançamento, só em 2011 o Messenger Plus! pode ser usado juntamente com a versão mais atual do comunicador, o que foi mais um ponto que desfavoreceu a adesão ao novo sistema de mensagens.

No Brasil, no entanto, o Messenger continua firme e forte, mantendo a dianteira nos comunicadores, sendo utilizado por 65% dos usuários com acesso à internet todos os dias. Portanto, nada de terminar a história do MSN neste artigo, já que o mensageiro ainda terá muita coisa para contar.

Cupons de desconto TecMundo: