Dias de chuva costumam ser cinzentos, feios e desanimadores. Guarda-chuvas, capas e toda a parafernália de proteção – ainda que também ofereçam oportunidade para boas fotos – são incômodos não muito bem-vindos.

Mas para tudo sempre há um lado positivo e, no caso dos períodos chuvosos, o bom é que eles acabam. Quando logo após a chuva – e em alguns lugares ainda durante a precipitação –surge o sol em toda sua força, acontece o famoso arco-íris.

Esse fenômeno é explicado pela física como resultado da refração da água através das gotas d’água acumuladas na atmosfera. Ao entrar nas gotículas, passear um pouco lá dentro e depois voltar ao ar livre, a luz solar é decomposta em frequências diferentes. Cada uma dessas frequências é responsável por uma das cores observadas no arco.

por Mila Zinkova

Mas como o papo aqui é fotografia, que tal descobrir as melhores maneiras de registrar essa beleza natural tão efêmera?

Preparação

Assim como em qualquer outra imagem, ter em mente algumas informações básicas pode facilitar bastante na obtenção de boas imagens de arco-íris.

Locação

Se você conhece algum lugar que sirva como fundo para uma bela imagem de um arco-íris, metade da foto você já tem. Por mais que o colorido do arco-íris seja bonito por si só, um belo fundo – mesmo que urbano – vai dar muito mais vida e, principalmente, realismo à imagem. Depois disso é só ficar de olho na previsão do tempo e se preparar para correr.

por Fir0002

Outro bom motivo para pesquisar bons locais é que em alguns pontos – quedas d’água, por exemplo – você não depende nem mesmo da chuva para conseguir fotografar um arco-íris. Cachoeiras liberam na atmosfera uma infinidade de gotículas de água, então em dias ensolarados é quase certo que você encontrará um belo arco-íris “particular” para fotografar.

Equipamento

por Balloon in a sock. Capturada com câmera compacta.Apesar de sempre lembrar que câmeras dSLR oferecem mais possibilidades, fotografar arco-íris com compactas não é impossível, nem mesmo difícil. Boa parte das imagens que ilustram este artigo foi feita com compactas ou prosumers. Por isso, não haverá uma diferenciação tão grande sobre como usar a compacta ou a dSLR neste tutorial.

Mesmo assim, alguns cuidados sempre são bem-vindos. Usar um tripé é sempre uma boa ideia ao fotografar paisagens. Especialmente em situações onde o céu não está completamente limpo – fator obrigatório para a presença de arco-íris de chuva – quando a exposição deve ser um pouco mais longa. Com isso vibrações e tremidas da câmera serão minimizadas, melhorando o resultado final da foto.

Outro acessório bastante recomendado – e disponível para alguns modelos de câmeras compactas também – é o filtro polarizador. Este pequeno disco de vidro funciona selecionando os raios de luz que entram na câmera, a partir da rotação dos dois elementos que o compõem.

por Nicholas T

Como o arco-íris é composto de luz polarizada, dependendo da posição do filtro polarizador você elimina completamente o fenômeno, ou então o aviva de maneira que ele pareça muito mais intenso do que realmente é.

Exposição

As configurações de exposição da câmera para se fotografar um arco-íris podem ser feitas de diversas formas. Como a princípio é uma foto de paisagem, pode-se manter uma abertura fechada – a partir de f/11, por exemplo – e obter foco em todo o cenário.

por Eric Rolph

Por outro lado, se a intenção é destacar apenas as cores no céu, uma abertura mais ampla – f/3.5 ou menos – trará o foco apenas para o efeito ótico. Em câmeras que não permitem esse tipo de ajuste, o ideal é manter a câmera nos modos paisagem, nublado ou paisagem noturna, dependendo da condição de luz existente.

Fotografando

por Wing-Chi PoonCom a câmera regulada, acessórios ajustados e o local ideal, é hora de pensar em tudo que vai aparecer na foto depois de apertar o botão. A composição de uma foto de arco-íris pode ser tão simples quanto um traço multicolorido atravessando o quadro de lado a lado. Ou tão complexa quanto uma paisagem inteira, com o arco-íris apenas complementando um cenário já estonteante.

Para garantir, o ideal mesmo é tentar de tudo. O fenômeno não se dissipa tão rápido a ponto de ser impossível fazer mais do que algumas fotos cada vez que ele aparece, então não tenha medo de arriscar.

Algumas dicas para que a maioria das fotos saia com o destaque no arco-íris existem. Para começar, lembre-se de que o tema principal de uma foto assim são as cores imateriais se mostrando completamente.

Assim, evite cenários onde outras cores muito brilhantes apareçam muito. Com isso, a exposição automática da câmera é feita a partir do arco-íris, e não de outras áreas de altos brilhos.

Pense bem onde o arco-íris aparecerá na foto. De lado a lado, mais vertical ou mais horizontal, em frente a outros elementos ou apenas contra o céu são apenas algumas das possibilidades, e cada uma exige um enquadramento diferente. Use e abuse do zoom para obter resultados variados.

É isso

por Jerry Porsbjer

Dicas simples e rápidas para que você comece a fotografar um dos momentos mais bonitos da natureza. Como toda a fotografia, suas imagens vão melhorar quanto mais você praticar, então aproveite o tempo chuvoso e fotografe!

Cupons de desconto TecMundo: