A Apple vai apresentar uma nova geração de iPhones daqui a alguns dias (mais precisamente em 9 de setembro) e, quando os celulares saírem, já haverá um concorrente pronto.

Trata-se do Huawei Mate S, um celular com uma série de tecnologias encontradas em vários dispositivos no mercado — e outros inéditos que devem dar o que falar. Um deles é a Force Touch, que muito provavelmente também estará no iPhone 6S e também no 6S Plus.

Com um visual fino e elegante formado por um corpo único de metal, o aparelho tem uma tela levemente curvada e suporte dual-SIM.

Especificações técnicas

  • Sistema operacional: Android 5.1 com EMUI 3.1
  • Tela: 5,5" (Full HD ou 1080p) com 401 ppi
  • Chipset: Kirin 935 octa-core 64 bits (4 cores 2,2 Ghz e 4 cores 1,5 GHz) 
  • Memória RAM: 3 GB de RAM
  • Armazenamento interno: 32 GB, 64 GB ou 128 GB
  • Câmera: 13 MP (traseira) com estabilizador óptico de imagem e 8 MP (frontal)
  • Bateria: 2.700 mAh
  • Conectividade: Bluetooth 4.0, Wi-Fi 802.11b/g/n, 2G, 3G, 4G, USB 2.0 de alta velocidade
  • Medidas:  149,8 x 75,3 x 7,2 mm
  • Peso: 156 g (incluindo bateria)

O poder do toque

O grande destaque do aparelho é a presença da tecnologia Force Touch. Com ela, pressionar a tela sensível ao toque com pressão ou de leve permite a realização de diferentes ações, além de garantir que você tenha uma experiência mais imersiva ao realizar tais movimentos.

O dispositivo também possui uma série de atalho usando as juntas dos dedos. Com a tecnologia Knuckle Sense 2.0, basta dois toques na tela com a articulação para capturar a tela. Fazer um "W" abre uma tela de envio de mensagem instantânea — e você pode cortar uma foto como quiser só usando essa técnica.

Além disso, o dispositivo possui um sensor biométrico traseiro que também permite a realização de ações só pelo toque do dedo no leitor de impressão digital.

Disponibilidade

Disponível nas cores cinza, champanhe, rosa e dourado, o Mate S sai ainda em setembro na Europa e em alguns países asiáticos, com pré-venda iniciando em duas semanas por até R$ 3 mil (em conversão direta do euro). O modelo não será lançado nos Estados Unidos. Segundo a Huawei, há outros planos para esse mercado.

Cupons de desconto TecMundo: