A Huawei registrou um crescimento lento no lucro em 2016 e, segundo a companhia em declaração para o The Wall Street Journal, o mercado de smartphones é o culpado disso.

Nessa análise, a própria Huawei notou que os problemas enfrentados em 2016 vieram, em sua maioria, da receita do mercado de consumo. Isso porque, nesse mercado, "as margens de lucro são menores e a concorrência é maior".

Só em 2016, foram mais de 139 milhões de dispositivos vendidos

O CEO Eric Xu já havia comentado o seguinte sobre a situação financeira da empresa: "Nós vamos prestar mais atenção em aumentar a nossa eficiência e reduzir os investimentos que não podem agregar valor".

O valor de lucro sobre unidade de smartphone vendida não foi revelado, mas a Huawei não deve ter uma margem alta. Só em 2016, foram mais de 139 milhões de dispositivos vendidos, um aumento de 42% se compararmos com a quantidade de aparelhos entregues em 2015.

A Huawei também teve sucesso em mercados orientais, roubando fatias de mercado da Apple e Samsung. Esse sucesso se deve aos aparelhos novos que foram lançados ano passado, além do top de linha Huawei P10 — que você pode conhecer melhor clicando aqui.

Richard Yu, chefe operacional da companhia, disse o seguinte sobre a situação: "Apesar das condições difíceis do mercado, a Huawei ainda está crescendo (...) Acreditamos em nosso sucesso como um resultado direto de nossa abordagem inovadora centrada no consumidor, bem como nosso comprometimento contínuo em construir uma marca premium. Enquanto reforçamos nossos canais globais e garantimos um serviço de alta qualidade, também tornamos nossos dispositivos acessíveis e confiáveis para todos os usuários da Huawei".

Cupons de desconto TecMundo: