A Huawei finalmente apresentou de forma oficial seus novos smartphones top de linha para 2017, o P10 e o P10 Plus. Ambos foram anunciados durante a conferência da marca na MWC 2017, e a empresa fez questão de comparar os dois aos smartphones da Apple, detalhando que eles são mais compactos, porém carregam especificações mais interessantes.

Os aparelhos chegam ao mercado em nada menos que oito cores diferentes, com variantes mais discretas e outras bem chamativas, como a verde e a azul. Fora o design, a marca chinesa ainda falou muito sobre o seu sistema de câmeras duplo na parte traseira dos celulares.

Falando em câmera…

A Huawei explicou que o sistema de câmeras dos novos P10 é uma boa atualização em relação ao que vimos na família P9. Aqui, entretanto, os sensores foram melhorados, sendo um deles colorido e outro monocromático. Esse segundo basicamente serve para capturar detalhes, enquanto o primeiro fica responsável pelas cores, o mesmo esquema que vimos no Mate 9. Várias imagens de exemplo foram mostradas, todas feitas com o próprio P10.

As lentes continuam sendo fabricadas pela Leica, e há um modo profissional no app de câmera que permite controlar ISO, velocidade de obturador, exposição e outras funções. Existe também um modo de captura totalmente dedicado à fotografia em preto e branco. A fabricante afirma que a qualidade dos resultados é similar ao de câmeras profissionais nesse aspecto.

Mesmo assim, não seria necessário ser um especialista para fazer esse tipo de imagem. O app de câmera consegue perceber vários detalhes da cena em seu modo automático e fazer ajustes bem finos, especialmente para fazer retratos. O sistema de câmera dupla conta com um modo retrato, capaz de desfocar o fundo de uma imagem com uma pessoa à frente, bem similar ao que vemos nos novos iPhones e também nos Google Pixel. Contudo, o chefão da Huawei afirmou na conferência que os novos P10 fazem as melhores fotos em modo retrato entre todos os smartphones no mercado atualmente.

Fora isso, há um recurso interessante na câmera de selfies. Se mais pessoas entram no campo de visão do sensor frontal, ele expande automaticamente o seu ângulo de captura para alocar mais coisas. A LG tem algo similar em alguns de seus smartphones, mas é necessário fazer esse ajuste manualmente.

Conectividade

Os primeiros smartphones do mundo com internet móvel 4,5G

Os novos P10 da Huawei também se destacam em questão de conectividade. A empresa afirma que eles são os primeiros smartphones do mundo com internet 4,5G. Ou seja, esses aparelhos estão meia geração à frente dos concorrentes em velocidade de internet móvel. A chinesa inclusive mostrou um teste de recepção feito em Londres, destacando que o sistema de quatro antenas dos P10 consegue dar conta inclusive em pontos críticos, como “áreas de sombra” e túneis.

Esses modelos ainda estão utilizando todas as bandas de conectividade LTE disponíveis pelo globo. Assim, os novos top de linha funcionam com redes mobile de qualquer parte do mundo. Se você está pensando em importar um para o Brasil, não deve haver problemas nesse sentido.

Hardware inteligente

O chip Kirin 960 da própria Huawei é o coração do P10 e do P10 Plus. Estamos falando de um processador octa-core de alto desempenho que consegue lidar com tarefas pesadas de uma forma diferente. Ele conta com um sistema de aprendizado de máquina capaz de entender os padrões de uso das pessoas e, assim, prever ações e oferecer mais desempenho. Sempre que você abrir um app ou jogo específico, por exemplo, o smartphone já saberá quanto poder de fogo será necessário para aquela tarefa.

Há também um recurso de compressão e reutilização de memória, que elimina a fragmentação de memória do sistema, evitando que o Android fique lento com o passar do tempo.

Em questão de bateria, os novos smartphones contam com 3.200 e 3.750 mAh de capacidade de carga. Segundo a Huawei, depois meia hora conectado à tomada, o P10 consegue oferecer um dia inteiro de uso.

Especificações

Huawei P10

  • Tela: 5,1’’ LCD Full HD (431) ppi
  • Processador: Hilisilicon Kirin 960 octa-core 2,4 GHz
  • GPU: Mali-G71 MP8
  • RAM: 4 GB
  • Armazenamento: 64 GB + espaço para micro SD de até 256 GB
  • Câmeras traseiras: 12 MP monocromático e 20 MP colorido, f/2.2, estabilização óptica
  • Câmera frontal: 8 MP
  • Bateria: 3.200 mAh
  • Conectividade: 4,5 G, WiFi, Bluetooth, USB-C
  • Software: Android 7.0 Nougat com EMUI 5.1
  • Cores disponíveis: Dazzling Blue, Graphite Black, Dazzling Gold, Rose Gold, Greenery, White Ceramic, Mystic Silver, Prestige Gold

Huawei P10 Plus

  • Tela: 5,5’’ LCD 2K (534) ppi
  • Processador: Hilisilicon Kirin 960 octa-core 2,4 GHz
  • GPU: Mali-G71 MP8
  • RAM: 6 GB
  • Armazenamento: 128 GB + espaço para micro SD de até 256 GB
  • Câmeras traseiras: 12 MP monocromático e 20 MP colorido, f/1.8, estabilização óptica
  • Câmera frontal: 8 MP
  • Bateria: 3.750 mAh
  • Conectividade: 4,5 G, WiFi, Bluetooth, USB-C
  • Software: Android 7.0 Nougat com EMUI 5.1
  • Cores disponíveis: Dazzling Blue, Graphite Black, Dazzling Gold, Rose Gold, Greenery, White Ceramic, Mystic Silver, Prestige Gold

Software

Junto com seus novos top de linha, a marca chinesa apresentou também a sua nova interface, a EMUI 5.1. Ela conta com um visual relativamente atualizado, mas os destaques são as novas funcionalidades. Há uma aplicação chamada Highlights que cria vídeos a partir de fotos, co-criada com a GoPro.

O app de calendário também recebeu novidades, sendo capaz de inserir agendamentos automaticamente de acordo com os emails que o usuário recebe. Há ainda novos controles de música a partir da área de notificação.

Preço e disponibilidade

Por enquanto, a Huawei ainda não deu detalhes sobre preço e disponibilidade para os novos P10 e P10 Plus. Com isso, não sabemos quanto vão custar os novos aparelhos na China ou nos EUA, muito menos quando eles devem chegar ao mercado.

Vale destacar por fim que a marca não está presente ainda no Brasil de forma oficial no mercado mobile e, por isso, esses aparelhos não devem ser lançados aqui. Contudo, a Huawei está trabalhando desde o ano passado para estrear no nosso país. Caso isso aconteça ainda em 2017, é possível que os novos top de linha acabem chegando às mãos dos brasileiros.

Cupons de desconto TecMundo: