(Fonte da imagem: Reprodução/Google)

Apesar de ainda não ter banido completamente a pirataria dos resultados das pesquisas, o sistema de busca do Google parece cada vez mais determinado a excluir links com conteúdos ilegais. Segundo o TorrentFreak, só na última semana de setembro, foram 5,3 milhões de endereços apagados, um recorde para a companhia.

Isso significa que a Google remove nove URLs por segundo dos resultados, de acordo com pedidos que usam como base o Digital Millennium Copyright Act (DMCA), a lei de direitos autorais para tecnologia em geral.

(Fonte da imagem: Reprodução/Google)

Os sites mais afetados foram ZippyShare, Dilandau, BeeMP3, FilesTube e Rapidgator. Não é possível saber com precisão quantos pedidos são enviados e atentidos pelos donos dos conteúdos pirateados, mas é possível ter uma ideia do problema.

A quantidade de pedidos cresce a cada ano: em abril de 2012, foram feitos 1,2 milhão de pedidos em todo o mês. No início do ano passado, esse número era dez vezes menor, e a perspectiva é que a quantidade de links removidos só aumente.

Cupons de desconto TecMundo: