Espaço da Google em loja da BestBuy, nos Estados Unidos. (Fonte da imagem: Reprodução/Gizmodo)

Depois da Apple, da Samsung e da Microsoft, pode ter chegado a vez da Google abrir as suas próprias lojas físicas. A informação foi publicada nesta semana no site 9to5Google, e pode acirrar ainda mais a briga entre as principais fabricantes de hardware e software na atualidade.

Segundo fontes consultadas pelo site, o grande motivador para a abertura das lojas seria o Google Glass, uma das principais apostas da empresa para os próximos anos. Por se tratar de um produto “desconhecido” até então, a empresa acredita que as lojas físicas ajudariam os consumidores a testar e conhecer melhor o dispositivo antes de desembolsar alguns dólares nele.

Além disso, as lojas seriam o espaço perfeito para a venda de produtos como o smartphone Nexus 4, os tablets Nexus 7 e Nexus 10, e toda a linha de Chromebooks. A estratégia é a mesma adotada com sucesso pela Apple, que conta hoje com 400 lojas em 12 países e planeja abrir outras 30 em 2013. Já a Microsoft abriu 51 lojas em 2012, nos Estados Unidos e no Canadá, e deve abrir pelo menos outras seis em 2013.

Cupons de desconto TecMundo: