Anunciado há alguns meses e, desde então, funcionando em fase Beta, o Google Music prometia muitas revoluções no modo como as pessoas ouvem músicas online. O evento anunciado para hoje parecia bastante misterioso, mas os rumores de que ele seria destinado ao serviço de músicas mostraram-se muito reais.

Com alguns minutos de atraso, os executivos da Google entraram no palco com uma frase bem reveladora: "Estamos aqui para falar de música". E assim foi. Durante uma hora, a Google e seus parceiros revelaram alguns dados muito interessantes sobre como será o funcionamento do Google Music nos próximos meses.

Google Music não é mais Beta

Isso mesmo, depois de meses em fase Beta, o Google Music foi finalmente lançado oficialmente. Todos os usuários dos Estados Unidos (infelizmente ainda não há previsão para a chegada dele em outros países) poderão desfrutar de seus recursos a partir dos próximos dias. O melhor de tudo é que não vai haver cobrança de mensalidade, ou seja, os usuários não precisam pagar para participar do Google Music.

Android Market: a nova loja de músicas

Mais parecido com a iTunes Store, o Android Market agora disponibiliza canções para os usuários que quiserem comprar músicas de seus artistas favoritos. O sistema de compras é igual ao utilizado para aplicativos: consumidores podem optar por comprar as músicas diretamente de seus dispositivos Android ou então podem fazê-lo a partir do computador para que, em seguida, o arquivo seja enviado automaticamente ao portátil.

Novo Android Market com aba "Music" 

E quem acha que o Google Music veio para brincadeira está muito enganado. A Google conseguiu algumas parcerias de muito peso para isso. São três das principais gravadoras do planeta (EMI, Sony e Universal), além de uma enorme gama de gravadoras e produtoras independentes. Mas isso ainda nem é o principal.

Sempre que comprar uma obra, os usuários vão poder compartilhar os conteúdos diretamente na rede social Google Plus. Além de saberem sobre a compra, os amigos também terão permissão para ouvir a música em streaming, gratuitamente.

Google Music Artist Hub

Se você fosse um músico independente e pudesse pagar apenas 25 dólares para criar uma página e vender suas músicas na internet. Acharia ruim? Nós acreditamos que não. E é por isso que o Google Music impressiona, pelo valor citado, artistas ainda sem reconhecimento podem enviar suas canções e álbuns para que outros usuários possam comprá-los.

E a personalização vai além. Todos os artistas podem escolher o valor pelo qual serão vendidas as músicas, além de que podem também decidir quantos segundos as canções poderão ser ouvidas em pré-visualizações - ou se a música estará completamente disponível. 

.....

Além dessas novidades, a Google também anunciou uma nova parceria com a T-Mobile, fazendo com que os usuários com aparelhosda operadora ganhem alguns conteúdos exclusivos no serviço. Agora, é só esperar até que a Google lembre que o Brasil é um ótimo mercado consumidor e anuncie a chegada do Google Music em nossas terras. 

Cupons de desconto TecMundo: