Depois do centro de pesquisa em Belo Horizonte, a Google expandiu ainda mais as raízes em solo brasileiro e agora está mais próxima dos empreendedores que desejam alimentar ideias e deslanchar com a própria empresa. O novo Campus São Paulo teve a inauguração oficializada nesta terça-feira (7) e já começa a funcionar em 13 de junho.

O espaço é especial para empreendedores do Brasil inteiro que desejam aprender mais sobre a área, trocar experiências com outros profissionais e buscar inovação em um local de ambiente propício.

Há duas formas de participar do dia a dia do campus. A primeira é se tornando residente fixo por seis meses, a partir de um programa de seleção de startups feito pela empresa (veja mais detalhes ao longo do texto). A segunda é sendo da comunidade: fora um café e uma agenda cheia de eventos, dois dos andares são abertos para membros cadastrados no site e servem como espaço de trabalho, em uma espécie de coworking.

Um lugar bem "Google"

Como não poderia deixar de ser, o visual do campus se destaca pela beleza e pela funcionalidade, cheio de cores e formas que retratam valores típicos da marca, de modernidade a praticidade. Há ainda eventos de organização da própria Google ou de parceiros interessados.

A programação é dinâmica e recheada ao longo do tempo, sendo ideal tanto para quem tem vocação empreendedora e já é da área ou só tem uma ideia na cabeça e ainda não sabe como começar. Para descontrair, se comunicar e encher o estômago, o Sofá Café oferece bebidas especiais, WiFi de qualidade e outros atrativos.

Para atender ao público, são mais de 2,6 mil m². Isso inclui um auditório para 100 pessoas e salas de aula para 50, os andares de coworking, uma sala de reunião executiva, outra para recreação e mais. Vestiários, chuveiros e bicicletários atendem ao público que se deslocar por meios alternativos.

De olho no futuro

Assim como vários outros serviços e projetos da Google, o campus tem um modelo totalmente gratuito aos interessados. Isso demonstra a confiança da empresa no país, que é visto como um mercado muito importante para a empresa, além de um local de alto potencial a ser lapidado independente do atual momento de transição econômica.

Além disso, a empresa acredita ser essencial a contrapartida que essas startups vão gerar para a sociedade depois que o período terminar. A Google deseja que elas divulguem o ecossistema encontrado no campus e propaguem os valores e conhecimentos adquiridos, contribuindo até mesmo para a geração de empregos locais.

Barrence: a combinação de esforços da Google ao criar o campus demonstra o potencial dos brasileiros

Segundo o diretor do campus, André Barrence, as expectativas são as maiores e melhores possíveis. "A ideia é gestada há dois anos e muita coisa mudou até virar realidade, pois é um projeto de um nível alto de complexidade. Foi desde encontrar um edifício disponível na região [próximo à Avenida Paulista], preparar toda a parte de programação e definir que tipo de startup atrair", explica.

A vida de residente

"O espaço dos residentes no campus é diferente, com o conforto necessário para longas horas de trabalho", detalha Barrence. A ideia é que esses participantes se mantenham focados durante o processo e desenvolvam as ideias plenamente. Porém, é claro que isso não significa que não haja interação — este é, afinal, um dos diferenciais.

"Trabalhe duro e seja legal com as pessoas", diz o quadro fixado na parede da área de trabalho

A gratuidade da residência ainda permitiu à empresa fazer uma seleção de forma igualitária, sem privilegiar quem poderia alugar espaços mais facilmente, por exemplo. Também não há qualquer comprometimento financeiro ou em participações futuras por parte da empresa. "Optamos pela equidade no processo para estimular a diversidade nas pessoas e também nas startups selecionadas", comenta o diretor.

Optamos pela equidade no processo para estimular a diversidade nas pessoas e também nas startups selecionadas

Os residentes têm acesso privilegiado a recursos da Google em desenvolvimento de produtos e negócios, além de especialistas disponíveis para conselhos e explicações. Ser um espaço da Google ainda possibilita que todos tenham contato com os outros campi e escritórios de toda a rede da companhia.

Pontapé inicial

Ao todo, já são mais de 7 mil interessados para a primeira turma de residentes, que ficará seis meses no campus com a possibilidade de extensão por mais um semestre. Clique aqui para fazer o cadastro e se tornar um membro do campus e estar apto a participar de eventos e do coworking. Depois disso, caso você esteja interessado em se tornar residente, pode fazer a inscrição da sua startup para o programa por este link. As inscrições vão de 8 de junho até 8 de julho, e o programa para a primeira turma começa em 22 de agosto.

A Google avisa: o campus está de portas abertas a todo e qualquer empreendedor

O campus fica na Rua Coronel Oscar Porto, 70 - Paraíso - São Paulo (SP). Visite o site oficial e conheça mais sobre o que é oferecido por lá.

Cupons de desconto TecMundo: