Ao final da conferência de abertura da Google I/O 2014, quem estava no auditório recebeu não só um smartwatch de graça, mas também uma estranha cartela, chamada de Project Cardboard (literalmente "Projeto Papelão", já que esse é o material do objeto). A ideia era brincar com o presente e depois contar o resultado — mas qual será a utilidade dessa iniciativa tão estranha?

Surpreendendo a todos, a tal cartela podia ser montada para virar um óculos de realidade virtual de baixo custo. É isso mesmo: basta fazer algumas dobraduras em uma folha de papelão e inserir peças como elásticos e um anel de ímã para fazer o seu próprio gadget caseiro.

Com a caixa pronta, basta inserir o gadget em uma abertura, com a lente virada para o exterior. Pronto! Você pode fazer isso em casa, sem precisar do kit do Google, seguindo as instruções no site do projeto.

É sério isso?

Segundo a Google, a ideia da empresa é garantir experiências e brincadeiras usando realidade virtual ao maior número possível de pessoas. Com o óculos pronto, você pode usar o aplicativo do Project Cardboard no Android para testar algumas demonstrações, como levar você a passeios pela Terra, aumentar a tela de vídeos do YouTube.

Logo depois do final da apresentação, muitas pessoas que receberam a cartela e contavam com um celular compatível começaram a testar os óculos. A cena parece ridícula se você não é o sujeito com a caixa de papelão contra o rosto, mas o povo realmente parecia divertir-se com as demonstrações.

Acima de tudo, o projeto é bastante irônico: o rival Facebook gastou US$ 2 bilhões para adquirir o Oculus Rift, por exemplo. Tem gente levando isso apenas na brincadeira, mas vai que a plataforma dá certo e acaba ganhando maior suporte?

O ímã é usado para ativar um sensor do aparelho que detecta mudanças no campo magnético e ativa as demonstrações. Se o seu telefone não for capaz de fazer isso, não é preciso usar o tal anel: basta inserir uma fita de cobre na lateral do visor, deixá-la em contato com a tela e dar um duplo toque no material.

Viajar pela Terra com o Google Earth é uma das possibilidades do projeto de realidade virtual

Eu quero testar!

O Cardboard funciona com "a maioria dos telefones Android mais modernos" com a versão 4.2 (Jelly Bean) ou superior com suporte a NFC. Moto X, Nexus 4, Nexus 5, Galaxy S4, Galaxy S5 e Galaxy Nexus são totalmente compatíveis. Moto G, HTC One e Galaxy S3 são parcialmente compatíveis, o que significa que nem todas as funções devem funcionar.

O passo a passo é encontrado no site do projeto. Você se arrisca?

A Google disponibilizou também o kit de ferramentas de realidade virtual para que outros desenvolvedores criem as próprias demonstrações.

Cupons de desconto TecMundo: