Você já deve saber que a Google vem trabalhando há algum tempo para fazer com que o Chrome se torne uma ferramenta mais eficiente em questão de memória e energia. Depois de trazer novos recursos de abas para os portáteis e de decretar o fim do Adobe Flash como um plugin útil, a empresa agora anuncia novos recursos para permitir que as abas sejam melhor aproveitadas.

Para começar, o sistema de restauração de abas que vem sendo visto há algum tempo, deixa de carregar todas as páginas fechadas. Com a atualização para a versão 45 do Chrome, o navegador irá detectar as guias mais recentes — em visualização, não em abertura — no computador e então decidirá somente pelo carregamento delas. O usuário ainda poderá optar por recarregar as outras quando achar mais conveniente.

Outra novidade está no gerenciamento de memória. Em vez de manter todas as abas carregadas e com um alto fluxo de memória dedicado, o Chrome agora poderá detectar quando uma guia estiver ociosa para reduzir a RAM que está sendo direcionada a ele. De acordo com a própria empresa, isso garante uma média de 10% de economia de memória por aba.

Voltando a falar sobre o Flash, a Google afirma que as últimas atualizações com pausa dos plugins vem causando bons resultados. Ela revela que há casos em que a autonomia de bateria dos computadores pôde ser ampliada em até 15% — isso em relação à versão Beta que estava no mercado há alguns meses.

Você acha que o Chrome usa muita memória nos PCs? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: