Com sua primeira versão estável lançada em dezembro de 2008, o Google Chrome sacodiu o mercado dos navegadores. A Microsoft ainda insistia com o Internet Explorer 6 quando a Google surpreendeu todos com um aplicativo completamente diferente do que se via até então.

Visual compacto, foco na otimização da velocidade e abas funcionando em processos individualizados foram apenas algumas das novidades que o Chrome trouxe a um mercado que parecia estagnado. Não por acaso, as versões mais recentes de todos os principais navegadores (IE, Firefox, Opera e Safari) vieram com a “cara” do aplicativo da Google.

Assim sendo, o Tecmundo indica agora 15 motivos para que você comece a usar o Chorme ou pelo menos o tenha instalado na máquina como primeira alternativa ao navegador que você mais usa.

1. Cada aba um processo

Além do visual completamente diferente do que se via até então em qualquer navegador, a grande inovação do Chrome foi associar uma aba a um processo exclusivo. Isso significa que o navegador do Google é uma espécie de vários aplicativos do gênero rodando em conjunto, mas de forma independente um do outro.

Dessa forma, quando algo dá problema em uma aba, apenas ela trava e é encerrada, sem prejudicar em nada as demais. Quem costuma acessar páginas que demandam o uso de plugin, seja ele Flash, Java ou Unity Web Player, sabe o quanto essas travas podem ser prejudiciais.

2. Gerenciador de tarefas

Você já conhece o Gerenciador de tarefas do Windows. Por ali, você tem acesso a todos os processos funcionando no sistema, entre outras informações, e pode encerrar aqueles problemáticos. O Chrome conta com algo parecido: por meio do menu de ferramentas ou usando o atalho Shift + Esc, você acessa um gerenciador com funções semelhantes.

No Gerenciador de tarefas do Google Chrome, você visualiza os processos de forma individualizada. É possível encerrar uma aba problemática ou ainda um plugin em execução que esteja com defeito. Assim você não precisa fechar todo o navegador sempre que algo der problema.

3. Velocidade

O fato de ter abas funcionando de forma independente uma da outra faz com o que o Chrome, realmente, seja um pouco mais rápido do que seus concorrentes. Isso acontece porque uma aba lerda, onde, por exemplo, esteja sendo carregado um arquivo muito pesado, não interfere no funcionamento de outra.

Nos testes realizados pela equipe do Tecmundo em 2009 e 2010, o Chrome sempre apresentou os melhores desempenhos nesse quesito, tanto para ser inicializado quando para carregar páginas.

4. Estabilidade

Já que cada aba funciona de modo independente e, em caso de problema, ela pode ser encerrada sem prejudicar as demais, o Chrome se destaca também pela estabilidade. Isso tudo permite que o navegador seja usado no limite, quase sem apresentar problemas consideráveis no que diz respeito a travas.

5. Sincronia perfeita

Muita gente ainda reclama do sistema de sincronização do Firefox 4. O Google Chrome, ao que tudo indica, já conta com um método mais aperfeiçoado para realizar a mesma tarefa. Além disso, a ferramenta é ampla: sincroniza aplicativos, extensões, temas, preenchimentos, favoritos, senhas e preferências.

Para usar esse recurso, basta fazer login em uma parte específica do navegador com os dados de sua conta do Google. Mais simples impossível.

6. Chrome instantâneo

Adicionado em uma das suas últimas atualizações, o recurso de exibição instantânea de uma página já visitada é semelhante ao presente no buscador do Google, o Google Instant. Essa ferramenta faz com que uma página seja carregada no navegador no momento em que você começa a digitar sua URL. O resultado é muito mais praticidade para revisitar um site.

7. Downloads com “arraste e solte”

Outra vantagem que coloca o Chrome como um dos navegadores mais práticos e usuais da atualidade é o download por meio de um simples “arraste e solte”. Se você pegar o link de um arquivo dentro do Chrome e arrastá-lo para qualquer pasta do sistema, ele é salvo automaticamente. Essa função é muito útil, por exemplo, para salvar no PC os anexos que você recebe via email.

Além disso, o Chrome conta com um gerenciador de downloads bem simples e que garante a organização dos arquivos que você baixou. É possível, inclusive, arrastar links de programas baixados para qualquer pasta do sistema para movê-los.

8. Busca a partir da barra de endereços

Além de buscar no Google a partir da barra de endereços, o que quase todos os principais navegadores também fazem, o Chrome permite que você faça o mesmo em quase todos os sites da web que disponham de recurso para pesquisa. Basta começar a digitar a URL da página para que a opção possa ser acessada por meio da tecla Tab.

9. Extensões instaladas e sem precisar reiniciar

Sem dúvida, um dos grandes inconvenientes do Firefox é a obrigação de ter que reiniciar o aplicativo sempre que uma extensão é instalada ou removida. No Chrome, isso não existe e você pode remover um complemento apenas clicando com o botão direito sobre ele e depois sobre a opção “Desinstalar”.

10. PDF sem plugin

Outra novidade recente do Chrome é a possibilidade de visualizar arquivos em PDF dentro do navegador sem a necessidade de nenhum plugin extra. Isso quer dizer o seguinte: ao abrir um PDF, não é preciso esperar que o plugin do Adobe Reader, por exemplo, seja carregado para então abrir o arquivo.

11. Chrome Web Store

O Firefox foi o primeiro navegador a investir na questão das extensões, que permite a você dar novas opções para navegar na internet. A Google foi um pouco além e lançou a Chrome Web Store, uma loja virtual de aplicativos que podem ser instalados tanto no navegador quanto no sistema operacional da gigante da web.

Assim, você pode instalar jogos, clientes de Twitter, redes sociais e rádios online, entre outros, dentro do próprio navegador, acessando tudo pela página “Nova aba” do Chrome. Simples e prático como quase tudo que existe no Chrome.

12. Busca por voz

O Google Chrome 12 trouxe, pela primeira vez, a integração com o novo serviço de busca por voz do Google. A partir dele, você pode realizar pesquisas no maior buscador da web apenas ditando o que deseja ao microfone.

13. Busca nas opções

Às vezes, você quer encontrar um item no menu de configuração do navegador, mas não faz ideia de onde achá-lo em meio a tantas opções ali existentes. Para acabar de vez com essa dificuldade, o Chrome disponibiliza uma função de busca nas opções e os resultados surgem conforme você digita o termo desejado.

14. Aceleração de hardware

Essa função do Chrome permite que você coloque toda a parte de processamento gráfico do computador para auxiliar no carregamento de páginas da web. O recurso é uma ótima saída para quem conta com uma ótima placa de vídeo e quer aproveitar todas as possibilidades de que ela dispõe.

15. Novidades do Google primeiro

Outra diferencial do Chrome é a possibilidade de experimentar aqui as novidades do Google. Exemplos disso são o Google Instant e a busca por voz, esta última ainda não disponível para todos os usuários, mas para a qual o Chrome já está mais que preparado.

. . . . .

Não é por acaso que o Chrome já é o terceiro navegador mais usado em todo o mundo, atrás apenas do IE e do Firefox. Não deixe de registrar sua opinião sobre este que é o navegador de mais de 30% dos usuários que acessam o Tecmundo.

Cupons de desconto TecMundo: