O futebol é um esporte centenário e muito tradicional em diversos países do mundo, em especial no nosso. Esse tradicionalismo se vê também na forma como o esporte é regido. Até pouco tempo atrás, novas tecnologias eram empregadas apenas nos uniformes e bolas.

De uns tempos para cá, estão sendo criadas iniciativas e propostas que tentam introduzir equipamentos eletrônicos que ajudem a tornar essa prática desportiva mais justa, principalmente quando o assunto polêmico se trata de gols — o grande ápice dentro de uma partida de futebol.

Nos últimos anos temos visto a indicação de uso de um sistema que combina câmeras de monitoramento, sensores de movimento e mecanismos de comunicação para alertar o árbitro se a bola ultrapassou completamente a linha do gol ou não. Outra tecnologia possível seria a utilização de bolas com chips, que alertam o juiz quando a pelota entra inteiramente em uma das metas do campo.

Apesar de esses recursos tecnológicos já terem provado sua eficiência, muitas pessoas, incluindo profissionais do esporte, se mostram contrários à adoção desse tipo de aparato. O caso mais recente ocorreu no futebol alemão. Os clubes da liga nacional do país (36 times da primeira e segunda divisões) participaram de uma reunião esta manhã e rejeitaram a implementação de qualquer dispositivo do gênero.

(Fonte da imagem: Reprodução/FIFA.com)

Reinhard Rauball, presidente da Liga Alemã de Futebol, revelou que apenas metade das equipes da divisão principal (formada por 18 clubes) e somente três entre 18 times da segunda divisão se posicionaram a favor da proposta. A quantidade passou bem longe dos dois terços necessários para a aprovação do projeto. Com isso, informou Rauball, a iniciativa está temporariamente arquivada.

O campeonato alemão já testou quatro sistemas existentes no mercado, mas nenhum deles foi suficiente para ganhar os votos da maioria das equipes da liga, apesar de os árbitros do país já terem apoiado o uso de equipamentos eletrônicos para auxiliá-los. Para ficar por dentro do assunto, leia os seguintes artigos:

Cupons de desconto TecMundo: