O seu time avança em velocidade pela lateral do campo e, após um cruzamento magnífico, o atacante acerta um voleio. A bola bate no travessão e quica dentro do gol, mas próxima à linha, e segue para as mãos do goleiro adversário. Nem árbitro e nem bandeirinhas enxergam o acontecido, e a partida segue normalmente.

Esse tipo de situação deve acabar, pelo menos em jogos oficiais da FIFA. De acordo com o site SlashGear, a entidade máxima do esporte bretão finalmente aprovou o uso da primeira bola inteligente, chamada iBall, que é capaz de avisar o árbitro se a pelota ultrapassou a linha do gol ou não.

A iBall conta com uma malha de fios de cobre em seu interior, a qual se comunica com as antenas montadas nas junções das traves, e um sistema denominado GoalRef. Quando a bola ultrapassa a região determinada para a linha do gol, um aviso é imediatamente enviado para o relógio do juiz.

Esse tipo de tecnologia não é uma novidade, pois há anos já existem alternativas que podem informar o árbitro se foi gol – como o chip eletrônico testado na Inglaterra em meados de maio deste ano. O anúncio feito pela FIFA corrobora a notícia de que o Mundial de Clubes de 2013, que será realizado em dezembro e contará com a participação do Corinthians, servirá como primeira experiência oficial para essa categoria de equipamento.

Além disso, a Copa do Mundo de 2014, no Brasil, deverá ser a primeira competição entre seleções que adotará mecanismos que auxiliam a arbitragem em jogadas de gol duvidosas.

Fonte: SlashGear

Cupons de desconto TecMundo: