Durante a partida entre Ucrânia e Inglaterra pela última rodada da fase classificatória da Eurocopa, um lance bastante controverso chamou a atenção dos torcedores. Enquanto o resultado final acabou em 1 a 0 para o time inglês, a anfitriã Ucrânia acabou eliminada –história  que poderia ser diferente caso um gol confirmado posteriormente como válido não tivesse sido anulado (injustamente) pelo juiz.

Durante a polêmica, o presidente da FIFA utilizou o Twitter para expressar a sua opinião. “A tecnologia não é mais uma alternativa, mas uma necessidade no futebol”, afirmou Joseph Blatter sobre a história na rede social.

Há algum tempo a FIFA já testa a possibilidade de utilizar chips dentro das bolas para acabar com esse tipo de injustiça. Caso ultrapassassem a linha do gol, um sinal seria enviado para o juiz, garantindo a regularidade do lance. A entidade deve decidir sobre o uso da tecnologia no dia 5 de julho. Até lá, ainda será necessário confiar apenas na arbitragem.

Fonte: Olhar Digital

Cupons de desconto TecMundo: