Entre as cinco maiores empresas de tecnologia dos EUA, apenas o Facebook ainda não entrou no ramo do streaming de música. Google, Microsoft e Amazon já estão há algum tempo, e a Apple acabou de entrar. Essa situação, entretanto, pode estar começando a mudar. Segundo fontes do The Information, a rede social está sondando gravadoras como uma iniciativa para um novo projeto.

Contudo, ainda não se sabe qual seria a finalidade dessas conversas. Basicamente, as possíveis negociações estão muito superficiais no momento, e não há certeza de nada. Ainda assim, a maior aposta para esse novo projeto é que o Facebook finalmente entre no mercado de streaming de música.

Segundo o The Information, o Facebook teria conversado com a Sony Music, com a Universal Music e com a Warner Music, que são basicamente as maiores gravadoras dos EUA atualmente. Combinando o catálogo de músicas que essas empresas têm em mãos com a quantidade de usuários que o Facebook poderia atingir, um serviço de música de tamanho sem precedentes nasceria.

Potencial 

Atualmente, a rede social tem mais de 1,44 bilhão de usuários ativos no seu site web e 798 milhões em plataformas mobile. Outra empresa com tamanha abrangência seria apenas a Apple, que já tem cerca de 800 milhões de usuários cadastrados no iTunes com cartões de créditos em atividade.

O Facebook já teve outras iniciativas no ramo da música, como parcerias com o Spotify e outros serviços para integração com as contas de seus usuários. Já foram inseridas também algumas formas de usuários mostrarem o que estavam ouvindo, entre outras opções. Contudo, nada disso chega perto da possibilidade de a companhia lançar seu próprio serviço de streaming. Por isso, é necessário absorver essas informações com um bocado de ceticismo, uma vez que elas podem nunca se concretizar.

Cupons de desconto TecMundo: