A Google e a Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) lançaram nesta semana o projeto Eleição Transparente. Por meio do site, cidadãos podem acessar informações acerca de partidos e candidatos às eleições de 2014. Os dados exibidos referem-se à quantidade de processos movidos contra uma sigla ou nome e podem ser filtradas por meio das categorias UF, Partido, Cargo, Candidato e Empresas.

Além disso, o número de ações na Justiça contra a divulgação de determinadas informações ao público também pode ser checado – em períodos eleitorais, é comum que partidos e candidatos solicitem a retirada de conteúdo tido como inadequado à imagem de um ou outro concorrente. Até esta sexta-feira (29), o Eleição Transparente verificou a existência de 76 ações que foram movidas por candidaturas com o objetivo de remoção de dados.

A tela inicial do endereço possibilita uma navegação bastante intuitiva e exibe ainda mais informações, tais como ações relacionadas a partidos e até mesmo um ranking elencado a partir dos filtros de pesquisa abarcados pelo site. O projeto recebe apoio das empresas de pesquisa Folha de S.Paulo, O Estado de S. Paulo, UOL, Zero Hora, Gazeta do Povo, Google, Ibope, Datafolha, ANJ, Instituto Palavra Aberta, Instituto Methodus (RS) e Coletivo Intervozes.

Imagem referente aos dados coletados até a manhã desta sexta-feira (29).

As bases de dados do site são alimentadas por representantes legais das companhias que foram intimadas pela Justiça Eleitoral devido à publicação de informações. As estatísticas são geradas a partir da Unidade de Federação (UF) originária de cada processo – que pode ser diferente daquela onde o candidato, por exemplo, entrou com ação para disputa eleitoral. O Eleição Transparente é coordenado pela Abraji e contou com o financiamento de cerca de 120 mil reais por parte da Google. Acesse o endereço aqui e acompanhe detalhes sobre o candidato que receberá seu voto nestas eleições.

Cupons de desconto TecMundo: