Melhores celulares Android de outubro, segundo o AnTuTu

1 min de leitura
Imagem de: Melhores celulares Android de outubro, segundo o AnTuTu
Imagem: Black Shark/Divulgação
Avatar do autor

O AnTuTu, plataforma chinesa de benchmark, publicou a lista dos melhores celulares Android do mês de outubro na China. Diferente de outros meses, a chegada do processador Snapdragon 888+ teve forte influência no ranking.

Lançado no mês passado, o smartphone gamer Black Shark 4S Pro é o novo líder da categoria premium. Alimentado pelo recente chipset turbinado da Qualcomm, o dispositivo da subsidiária da Xiaomi conquistou 875.902 pontos.

Snapdragon 888+ domina metade da lista de dispositivos premium.Snapdragon 888+ domina metade da lista de dispositivos premium.Fonte:  AnTuTu/Reprodução 

O Snapdragon 888+ também é o “motor” do 2º e 3º lugar do ranking premium do AnTuTu. Assim, o Nubia Red Magic 6S Pro e o iQOO 8 Pro tiveram a pontuação de 856.179 e 844.078, respectivamente.

A lista mostra que os seis primeiros colocados usam a versão aprimorada do chip da Qualcomm, incluindo o vivo X70 Pro+ e o Asus ROG Phone 5s. A exceção fica para o antigo líder Black Shark 4 Pro, em 4º lugar, equipado com o Snapdragon 888 “padrão”.

Mais uma vez, a fabricante norte-americana mostra o domínio entre os processadores dos principais dispositivos do mercado chinês. Algo que, aparentemente, não deve mudar tão cedo.

Os melhores celulares intermediários

O sucesso da Qualcomm também se estende aos smartphones intermediários. Sete entre os 10 melhores dispositivos da lista são alimentados por uma variante do processador Snapdragon Série 7.

Processadores da Qualcomm também são destaque entre os intermediários.Processadores da Qualcomm também são destaque entre os intermediários.Fonte:  AnTuTu/Reprodução 

Com o Snapdragon 788G, o iQOO Z5 lidera essa categoria com 565.462 pontos. Na 2ª posição está o Xiaomi Mi 11 Lite 5G (533.806 pontos), lançado recentemente no Brasil. O pódio ainda inclui o Xiaomi Civi (518.467 pontos).

Vale citar que o AnTuTu avalia quatro pontos: CPU, GPU, interface e memória. Para chegar a pontuação final, os números de desempenho dessas áreas são somados e, então, a média dos testes de pelo menos mil dispositivos é usada para criar o ranking mensal.