Qualcomm manterá parceria com Google mesmo após anúncio de Tensor

1 min de leitura
Imagem de: Qualcomm manterá parceria com Google mesmo após anúncio de Tensor
Imagem: Google
Avatar do autor

Na última segunda-feira (02), a Google revelou seus novos modelos de celular, os Pixel 6 e Pixel 6 Pro. Curiosamente, apesar do design ousado da linha, o destaque do anúncio ficou para o "Tensor", o novo processador proprietário da empresa. Considerando seu histórico com a Qualcomm, fabricante dos chips Snapdragon, logo surgiram especulações sobre o fim da duradoura parceria entre as gigantes.

Entretanto, os rumores logo foram abreviados por um comunicado da Qualcomm, como relatou o site CNBC. Segundo a fonte, a Gigante de San Diego continuará trabalhando com a Google em outros produtos, indicando que alguns futuros modelos da família Pixel ainda receberão processadores Snapdragon, como o Pixel 5a, deixando os chips Tensor para os celulares topos de linha.

Além disso, os vindouros celulares da Google ainda dependem das plataformas Snapdragon para oferecer conectividade com sinal 5G para os usuários — um recurso destaque na maioria dos novos lançamentos. Por outro lado, rumores apontam que o novo processador Tensor é fabricado em parceria com a Samsung, sugerindo que a empresa também pode encomendar receptores 5G da sul-coreana no futuro.

Apelidado internamente de Whitechapel, o novo processador da Google supostamente tem um desempenho inferior em relação ao seu concorrente Snapdragon 888. Porém, vale ressaltar que esse não é seu foco principal, que priorizará outras áreas como segurança e aperfeiçoamento de fotografias por inteligência artificial — além da já esperada maior integração com o sistema operacional Android.

Resta aguardar o posicionamento da Google sobre o caso. Os novos Pixels serão lançados oficialmente nos próximos meses, junto de mais informações sobre suas especificações técnicas e preços. Não há previsão para a chegada da novidade no Brasil.