A Google acabou de lançar dois novos smartphones, mas a indústria de rumores já está concentrada na próxima geração. Após a chegada dos modelos Pixel 3a e Pixel 3a XL, informações a respeito da quarta geração do Google Pixel apareceram — e indicam mudanças radicais no design.

Segundo o canal Front Page Tech, os próximos lançamentos da Google não terão botões físicos no corpo do aparelho. Isso significa a retirada das opções tradicionais para ligar a tela ou o dispositivo e controlar o volume para cima ou para baixo.

No lugar, a Google colocaria opções capacitivas embutidas e ativadas pelo toque. A ideia é ter um design mais elegante e unificado no corpo de alumínio, sem as protuberâncias do botão. A informação foi obtida por "fontes confiáveis" que, segundo o youtuber, teriam acertado uma série de recursos do Pixel 3a (que ilustra as fotos desta matéria, na ausência de materiais do Pixel 4) muito antes do anúncio oficial.

Nova moda?

A ausência de botões físicos pode ser uma tendência no mercado de smartphones, mas ainda é algo bem restrito. A Meizu chegou a anunciar um modelo desse tipo que não tinha nem mesmo conectores, mas tudo era apenas uma jogada de marketing. A Vivo também apresentou algo do tipo, mas por enquanto segue somente no campo do conceito.

A mesma fonte citou que o aparelho terá uma câmera frontal "perfurada" na tela (ou seja, nada de notch) e manterá um esquema de alto-falantes estéreo das gerações anteriores. Ainda não há informações sobre o sensor biométrico.

Por enquanto, trate todas essas informações como rumores. Os dois modelos devem ser apresentados entre setembro e outubro de 2019, provavelmente com o lançamento da versão estável do novo Android Q.

Cupons de desconto TecMundo: