Na manhã desta sexta-feira (11), a Norton Brasil reuniu jornalistas em São Paulo capital para celebrar o lançamento oficial do segundo capítulo de “A cidade mais perigosa da Internet”, série de pequenos documentários produzidos pela própria companhia e que abordam o mundo do cibercrimes por ângulos pouco convencionais.

Batizado como “Onde o crime cibernético se esconde”, o episódio de 24 minutos aborda os servidores à prova de balas, que nada mais são do que data centers construídos em locais estratégicos para garantir a segurança física das informações armazenadas. Porém, na maioria das vezes, esses locais também se provam como verdadeiros “paraísos de dados”, onde as legislações contra ilegalidades virtuais não conseguem penetrar.

Logo no início, por exemplo, o curta-metragem conta a história da HavenCo, empresa de hospedagem que viveu entre 2000 e 2008. Por ter seus computadores localizados no Principado de Sealand (micronação independente localizada em alto-mar, a 10 km da costa de Suffolk, na Inglaterra), tecnicamente, nenhuma legislação de qualquer país poderia ser usada para derrubar um material que estivesse sendo armazenado ali.

Proteção física também é importante?

Além de HavenCo, o documentário aborda outros locais igualmente curiosos, como o CyberBunker (data center construído no interior de um bunker militar dos tempos da Guerra Fria, já tendo hospedado, por exemplo, o The Pirate Bay) e o Bahnhof (que foi usada pela WikiLeaks). Também são abordados os “servidores nômades” do sudeste asiático, ou seja, empresas que mudam de sede para escapar de alegações sobre guardar material criminoso.

O capítulo – devidamente legendado para o português brasileiro – pode ser conferido na íntegra, de graça, através do YouTube (vídeo acima). Vale a pena conferir também o hotsite oficial do documentário, que apresenta uma série de conteúdos extras interessantes (incluindo artigos sobre segurança da informação, textos sobre privacidade na rede e dados sobre as personalidades entrevistadas ao longo do curta).

Você já assistiu ao documentário "A cidade mais perigosa da Internet"? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: