O Dia do Consumidor está longe de se equiparar a uma Black Friday da vida, mas tem lá seus lampejos. A data, celebrada anualmente no dia 15 de março, contou, neste ano, com mais de 650 lojas virtuais participantes e cerca de 30 mil ofertas. As promoções entraram em vigor no último dia 18, quarta-feira.

De acordo com a E-bit, foram somados mais de R$ 200 milhões em vendas, volume que representa 61% a mais do que o esperado em um dia comum. O valor médio de cada venda foi de aproximadamente R$ 425.

Números ficaram abaixo das expectativas

Apesar da alta quantia (R$ 200 milhões), a previsão era de R$ 278 milhões. A ação foi promovida pelo segundo ano consecutivo pelo Buscapé Company e tinha o objetivo de aquecer o comércio num período em que ele é tipicamente frio, mas a ideia de propagar uma “Black Friday antecipada” não vingou.

As categorias com maior fatia de participação nas vendas foram perfumaria, celulares, eletrodomésticos, video games e multifuncionais.

O CEO da Buscapé Company, Rodrigo Borer, disse que alguns vendedores aproveitaram para “estender seu período de promoções para uma semana ou até o mês inteiro”. Na visão do executivo, a data é oportuna para fidelizar novos prospectos através de descontos e benefícios diversos.

TecMundo em cobertura massiva com os descontos

Convém lembrar aqui que o TecMundo cobriu de ponto a ponto todas as promoções ofertadas no Dia do Consumidor numa central de ofertas em tempo real. Mostramos os verdadeiros descontos da data em pechinchas imperdíveis. Clique aqui para conferir!