Suplementos de vitaminas não ajudam a tratar covid-19, mostra estudo

1 min de leitura
Imagem de: Suplementos de vitaminas não ajudam a tratar covid-19, mostra estudo
Imagem: Shutterstock
Avatar do autor

Tomar suplementos para reforço imunológico como vitamina C, vitamina D e zinco não diminui as chances de morrer em decorrência de covid-19. O resultado é de uma revisão de dados de hospitalizados por covid-19 feita pela Universidade de Toledo, nos Estados Unidos.

vitaminas  Shutterstock 

Segundo Azizullah Beran, residente de medicina e principal autor do artigo, há poucas evidências de que os suplementos de vitaminas funcionem. O resultado de sua análise fortalece o consenso médico de que os suplementos de micronutrientes não são um tratamento eficaz contra a covid-19.

Beran e sua equipe analisaram 26 estudos de todo o mundo, revisados por pares, com mais de 5.600 pacientes hospitalizados com a doença. Não houve redução na mortalidade daqueles que foram tratados com vitamina D, vitamina C ou zinco em comparação com pacientes que não receberam os suplementos.

Os pesquisadores também analisaram pessoas que tomavam vitamina D antes de contrair o vírus e não encontraram diferença significativa em sua taxa de mortalidade. Mas a análise descobriu que o tratamento com essa vitamina pode estar associado a menores taxas de intubação e menor tempo de internação. Um estudo mais rigoroso é necessário para validar essa descoberta.

A equipe alertou que o estudo não deve induzir à crença de que suplementos vitamínicos e minerais são ruins, mas deixou claro que não são eficazes na prevenção de mortes por covid-19.

ARTIGO Clinical Nutrition Espen: https://doi.org/10.1016/j.clnesp.2021.12.033.


Você sabia que o TecMundo está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.