Neuralink começará a testar chips cerebrais em humanos

1 min de leitura
Imagem de: Neuralink começará a testar chips cerebrais em humanos
Imagem: YouTube @Neuralink

A Neuralink, empresa de implantes cerebrais de Elon Musk, está se preparando para começar testes em seres humanos. A companhia abriu uma vaga para diretor de testes clínicos em Fremont, na Califórnia.

A descrição no site de empregos Greenhouse lista as qualificações necessárias e exigências da vaga. Dentre elas, é necessário ter habilidade de trabalhar de maneira colaborativa em um ambiente com equipes interdisciplinares.

Equipe clínica para testes em humanos

Como diretor clínico, o candidato vai trabalhar diretamente com médicos, pesquisadores e engenheiros, além de lidar com os participantes dos primeiros testes clínicos em humanos da Neuralink.

De acordo com Musk, os microchips de inteligência artificial (IA) da empresa possibilitarão que indivíduos com paralisia consigam utilizar um smartphone apenas com a mente e mais rápido do que com os dedos.

Devolver movimento a pacientes paralisados

A Neuralink já começou testes aparentemente promissores em outros mamíferos. Um vídeo no perfil do YouTube da empresa mostra a macaca Pager jogando Pong por meio do implante cerebral.

A ideia da utilização dos implantes cerebrais vai muito além de controlar dispositivos eletrônicos. Por meio desses microchips, será possível permitir que pacientes com lesões cervicais severas voltem a ter o movimento de membros paralisados.

Apesar das afirmações ambiciosas de Musk, é importante lembrar que boa parte de suas promessas acabam ficando apenas na teoria a curto prazo. Isso não quer dizer que os implantes não tenham potencial para devolver os movimentos do corpo, mas que provavelmente esse resultado não será tão imediato.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.