Chip da Neuralink, de Elon Musk, pode ser testado em pessoas em 2022

1 min de leitura
Imagem de: Chip da Neuralink, de Elon Musk, pode ser testado em pessoas em 2022
Imagem: Shutterstock
Avatar do autor

Um investidor publicou hoje no twitter que a companhia Neuralink pretende testar chips cerebrais em pessoas ainda no próximo ano. A empresa pertence ao empresário Elon Musk, conhecido por seus planos ambiciosos.

Marcado no tweet, o empresário escreveu: "Eu, definitivamente, não estou dizendo que nós poderemos com certeza fazer isso, mas eu estou cada vez mais confiante de que será possível". Apesar das declarações, ainda não foi feito um comunicado oficial da companhia.

Fundada em 2016, a Neuralink tem como objetivo desenvolver chips que possam ser implantados nos cérebros de seres humanos, permitindo a interação direta com computadores. Com isso, esperam avançar no tratamento de pessoas tetraplégicas e de doenças como o Alzheimer.

Há menos de um ano, testes com macacos permitiram que os primatas jogassem videogame (o jogo Pong) usando apenas a mente. Apesar de impressionar o público, os resultados foram aquém das expectativas para alguns cientistas.

Agora a empresa parece estar otimista com os resultados obtidos. Recentemente empresários arrecadaram 200 milhões de dólares em investimentos. Segundo o tweet publicado, a Neuralink possui padrões de qualidade de pesquisa superiores aos exigidos pela FDA (equivalente americana à Anvisa), órgão responsável por autorizar esse tipo de pesquisas.

Entretanto, mesmo com a aprovação dos testes, a implementação de uma tecnologia como essa deve demorar. Além disso, a Neuralink enfrenta a concorrência de outras empresas do setor, que estão à frente no desenvolvimento dessa tecnologia.