Combustível 100% sustentável é usado em voo comercial pela primeira vez

2 min de leitura
Imagem de: Combustível 100% sustentável é usado em voo comercial pela primeira vez
Imagem: United Airlines
Avatar do autor

A companhia aérea americana United Airlines realizou na última quarta (1º), o primeiro voo com passageiros em um avião abastecido com combustível de aviação 100% sustentável (SAF, na sigla em inglês), ou seja, que não tem petróleo em sua composição.

O SAF é considerado uma alternativa sustentável aos combustíveis fósseis, pois pode ser obtido através de algas, resíduos agrícolas, óleo de cozinha, entre outros, conforme cita o Departamento de Energia dos EUA.

Segundo o comunicado para a imprensa, 500 galões de SAF (cerca de 1.982 litros) abasteceram uma das turbinas do avião United 737 MAX 8, que levou mais de 100 passageiros do Aeroporto Internacional O'Hare, em Illinois (Chicago), até o Aeroporto Nacional Ronald Reagan, em Washington (DC).

Leia mais: Combustível de aviação feito de mostarda reduz emissões de gases em até 68%

Na outra turbina, foi utilizada a mesma quantidade, mas de um combustível fóssil convencional, disse a empresa. Isso foi feito para demonstrar que os dois combustíveis atuam da mesma forma na aeronave.

Atualmente, os EUA só permitem voos comerciais de aviões que utilizem no máximo 50% de combustíveis sustentáveis no seu abastecimento. A United diz que o voo realizado servirá como uma demonstração para que outras linhas aéreas possam explorar proporções maiores de SAF nos voos.

Embora o comunicado da empresa não diga qual material foi usado na produção do SAF que abasteceu o voo, o site Fast Company diz que o combustível foi criado pela World Energy a partir de materiais como óleo de cozinha e gorduras. Segundo o site, essa mistura é capaz de reduzir em até 80% a emissão de gases de efeito estufa, se comparado aos combustíveis fósseis atualmente usados pelas companhias de aviação.

O SAF é considerado uma alternativa sustentável aos combustíveis fósseis. (Fonte: United Airlines/Divulgação)O SAF é considerado uma alternativa sustentável aos combustíveis fósseis. (Fonte: United Airlines/Divulgação)Fonte:  United Airlines 

Sustentabilidade na aviação

O voo é parte do programa Eco-Skies Alliance, criado pela United Airlines em conjunto com outras companhias aéreas com o objetivo de promover a redução das emissões de carbono na aviação comercial. A empresa diz que os participantes do programa já contribuíram para a compra de mais de 7 milhões de galões de SAF somente neste ano.

Sobre o futuro do uso do SAF na aviação, o CEO da United, Scott Kirby, disse ao site Axios que seria necessário o investimento de US$ 250 bilhões de dólares na produção de SAF para que mais voos com combustíveis 100% sustentáveis possam ocorrer.

A Virent, subsidiária da petroleira Marathon Petroleum e participante do Eco-Skies Alliance, é uma das empresas que trabalham para que o SAF produzido seja um combustível "drop-in". Isso significa que os aviões não precisariam de modificações para utilizarem o SAF, o que, segundo a United diz no comunicado, faz com que as atuais frotas de aeronaves comerciais já sejam compatíveis com os combustíveis sustentáveis.