Blue Origin de Bezos perde processo contra NASA por contrato lunar

1 min de leitura
Imagem de: Blue Origin de Bezos perde processo contra NASA por contrato lunar
Imagem: Pixabay/Cristian Ibarra/Reprodução
Avatar do autor

A Justiça dos Estados Unidos decidiu, na quinta-feira (4), que é improcedente a reclamação da Blue Origin contra a NASA. A empresa de Jeff Bezos processou a agência espacial americana por ter assinado um contrato de US$ 2,9 bilhões com a SpaceX de Elon Musk.

Depois de uma licitação pública que visava inicialmente selecionar duas empresas, a NASA resolveu contratar apenas uma empresa para levar astronautas para a Lua nas próximas missões Artemis.

Excluída do processo, a Blue Origin reclamou da decisão junto ao US Government Accountability Office (escritório de responsabilidade do governo dos Estados Unidos), que negou a apelação da empresa no final de julho. Com isso, a companhia de Bezos resolveu entrar com uma ação na Justiça em agosto, alegando que a NASA “desconsiderou os principais requisitos de segurança de voo” na seleção da SpaceX.

Durante o processo, o desenvolvimento do Sistema de Pouso Humano (HLS) foi interrompido. Agora, com a decisão contrária à Blue Origin, a empresa de Musk deve retomar o trabalho junto à NASA a partir de segunda-feira (08).

Reações dos envolvidos

Bezos parece conformado com a decisão judicial contrária à Blue Origin. (Fonte: Flickr/Daniel Oberhaus/Reprodução)Bezos parece conformado com a decisão judicial contrária à Blue Origin. (Fonte: Flickr/Daniel Oberhaus/Reprodução)Fonte:  Flickr/Daniel Oberhaus/Reprodução 

Em comunicado, a companhia afirmou que o contrato lunar “requer um processo de aquisição sem preconceitos ao lado de uma política sólida que incorpore sistemas redundantes e promova a competição”. A Blue Origin ressaltou que “importantes questões de segurança com o processo de aquisição do Sistema de Pouso Humano que ainda precisam ser resolvidas”.

Pelo twitter, Bezos declarou que o resultado “não era a decisão que queríamos”, no entanto afirmou que “respeitamos o julgamento” e desejou “sucesso total para o contrato entre a NASA e SpaceX”, indicando que, provavelmente, a Blue Origin não entrará com recurso contra a sentença.

A NASA declarou que o desenvolvimento do trabalho com a SpaceX será retomado “o mais rápido possível”. A agência espacial disse que o estabelecimento da presença humana em um longo prazo trará oportunidades futuras para parcerias entre empresas e a NASA.

A SpaceX não comentou a decisão, porém Musk tuitou uma foto do filme “Dredd” de 2012, com a expressão “Você foi julgado”, em resposta a um tweet de uma matéria da CNBC sobre o assunto.

Fontes