Big Brother Marte: NASA busca voluntários para simulação que imita planeta

2 min de leitura
Imagem de: Big Brother Marte: NASA busca voluntários para simulação que imita planeta
Imagem: ICON
Avatar do autor

A NASA abriu inscrições para uma espécie de edição de Big Brother ambientada em Marte. Brincadeiras à parte, a agência espacial irá selecionar uma tripulação para participar de uma missão simulada que visa explorar o planeta vermelho. O projeto servirá de preparação para identificar os desafios reais de uma possível futura viagem, ao estudar como será o comportamento dos indivíduos sob um regime rigoroso e de longa duração em uma base na Terra.

Esse tipo de iniciativa é chamada de missão análoga, que ocorre através de testes de campo em locais construídos e que se assemelham a ambientes extremos. Nessa situação, é observado como o corpo humano responde aos efeitos físicos e mentais. Ela é uma alternativa de baixo custo, que traz soluções a eventuais problemas em voos espaciais e apoia pesquisas para desenvolver métodos e tecnologias mais eficientes.

“[Essa missão] análoga é essencial para testar soluções que atendam às necessidades complexas de vida na superfície marciana. As simulações na Terra nos ajudarão a compreender e combater os desafios físicos e mentais que os astronautas enfrentarão antes de partir”, disse Grace Douglas, cientista da NASA, em comunicado oficial.

NASA realizará missão simulada para a exploração de MarteNASA realizará missão simulada para a exploração de MarteFonte:  NASA/Reprodução 

No caso, o atual projeto terá a duração de um ano e está previsto para começar em 2022. O habitat deverá ser o mais realista possível da realidade da superfície marciana e da nave que levará os astronautas. Eles viverão em um módulo de aproximadamente 158 metros quadrados, chamado Mars Dune Alpha — composto por quartos privativos, dois banheiros, cozinha e áreas destinadas à recreação, cuidados médicos, prática de exercícios e laboratórios.

O local colocará em teste o isolamento, com limitações de recursos, falha de equipamentos, atraso em comunicações, bem como outros fatores estressantes, com uma significativa jornada de trabalho. Após “desembarcarem”, os tripulantes devem conduzir caminhadas “espaciais” e pesquisas científicas, com uso de realidade virtual e controles robóticos. Tal conjunto de cenários e ações podem fornecer dados importantes para o desenvolvimento dos sistemas em uma real exploração.

De alguma forma, é parecido com o que Mark Watney (Matt Damon) viveu em "Perdido em Marte" (2015), filme baseado em livro homônimo do escritor americano Andy Weir.

Como se inscrever para a simulação da NASA?

A seleção para participar da aventura científica seguirá os critérios padrões da NASA para candidatos a astronautas. Os interessados devem apresentar cidadania estadunidense ou visto que comprove a residência permanente no país, proficiência na língua inglesa e ter idade entre 30 e 55 anos, além de não ser fumante.

Outros requisitos envolvem ter mestrado — em uma instituição credenciada — em engenharia, matemática, ciências biológicas, físicas, médicas ou da computação, com pelo menos dois anos de experiência profissional ou um mínimo de mil horas pilotando uma aeronave. Candidatos que concluíram o treinamento de oficial militar, com quatro anos de experiência, também podem ser considerados.

Os finalistas passarão por avaliações médicas e psicológicas para determinar a capacidade de cumprir a função — processo de seleção que pode levar mais de um ano para ser concluído.