NASA descobre possível causa da falha no telescópio Hubble

1 min de leitura
Imagem de: NASA descobre possível causa da falha no telescópio Hubble
Imagem: NASA/Divulgação
Avatar do autor

A NASA finalmente descobriu o o que causou a falha no computador de carga útil que deixou o telescópio espacial Hubble fora de operação em 13 de junho. Em nota divulgada nessa quarta-feira (14), a agência revelou que o problema pode estar na Unidade de Controle de Energia (PCU).

Localizada na unidade de Comando de Instrumento Científico e Manuseio de Dados da nave, a PCU é responsável pelo fornecimento constante de energia. Ela contém um regulador de voltagem que disponibiliza cinco volts de eletricidade para o computador de carga útil e a sua memória.

Em caso de falha na peça, com a tensão ficando acima ou abaixo dos níveis permitidos, um circuito de proteção secundário entra em ação, fazendo o dispositivo interromper seu funcionamento. Analisando a situação, a agência espacial americana acredita em duas hipóteses.

Astronautas fizeram manutenção no Hubble em 2009.Astronautas fizeram manutenção no Hubble em 2009.Fonte:  NASA/Divulgação 

Ou o nível da voltagem do regulador está fora dos padrões aceitáveis, desativando o equipamento por segurança, ou o circuito secundário se degradou com o tempo. Neste último caso, o sistema também faria com que o computador ficasse "preso" neste estado de inibição, segundo a NASA.

Corrigindo o problema

Reiniciar a PCU era uma das formas de solucionar a falha no Hubble, mas os controladores da missão não conseguiram efetuar o procedimento via comandos em solo. Dessa forma, eles decidiram alternar para o hardware de backup do telescópio, que também possui uma unidade de energia reserva.

A troca deve começar nesta quinta-feira (15) e, se bem-sucedida, a previsão é de que o sistema volte a funcionar corretamente em alguns dias, retomando as operações científicas normais. O processo é semelhante ao ocorrido em 2008, quando outro componente do computador de carga útil falhou.

Em órbita desde 1990, o telescópio Hubble já realizou mais de 1,5 milhão de observações do universo, contribuindo para algumas das principais descobertas científicas das últimas décadas.

NASA descobre possível causa da falha no telescópio Hubble