Sonda Hope envia imagens detalhadas da 'aurora boreal' de Marte

1 min de leitura
Imagem de: Sonda Hope envia imagens detalhadas da 'aurora boreal' de Marte
Imagem: Emirates Mars Mission
Avatar do autor

A missão dos Emirados Árabes Unidos (EMM), que orbita o planeta Marte desde fevereiro, através da sonda Hope, enviou à Terra diversas imagens detalhadas do que tem sido chamado de “auroral boreal” do planeta vermelho. Similar ao fenômeno terrestre, elas são emissões ultravioleta que aparecem no espectrômetro assim que os ventos solares emanam dos campos magnéticos do planeta.

Embora não possa ser classificada tecnicamente como “boreal”, pois, diferente do que ocorre na Terra, não se limita ao norte, o fenômeno ótico é causado pela colisão de partículas magneticamente carregadas com o oxigênio existente na alta atmosfera marciana.

Segundo o chefe de ciências da EMM, Hessa Al Matroushi, as imagens são “apenas um presente”, pois não estão entre os objetivos principais da missão. Falando à revista britânica Nature, que divulgou as fotos no início deste mês, o cientista ratificou que o objetivo da missão árabe é explorar a atmosfera de Marte.

Sobre a Emirate Mars Mission (EMM)

Imagens obtidas do espectrômetro da Hope e sua concepção artística no lado noturno de Marte (Fonte: Emirate Mars Mission/Divulgação)Imagens obtidas do espectrômetro da Hope e sua concepção artística no lado noturno de Marte (Fonte: Emirate Mars Mission/Divulgação)Fonte:  Emirate Mars Mission 

A Hope chegou à órbita marciana no dia 9 de fevereiro, e iniciou oficialmente suas explorações científicas no dia 23 de maio. Os objetivos da sonda de 1,35 tonelada e custo de US$ 200 milhões (R$ 1 bilhão) estão direcionados para a atmosfera do planeta vermelho, estudando suas mudanças diárias e sazonais.

Essas emissões capturadas pela Hope já haviam sido detectadas anteriormente pela sonda MAVEN da NASA. Mas as capturas das auroras de prótons nem de perto se comparam com as “imagens espetaculares” obtidas pela sonda árabe, segundo declaração do chefe da missão americana, Nick Schneider, à Nature.

Para o cientista da Universidade de Colorado Boulder, nos EUA, as imagens “capturam o fato de que Marte perdeu seu campo global, a suposta causa do desaparecimento de sua espessa atmosfera anterior”. No entanto, os Emirados Árabes têm planos para uma futura colônia no planeta até 2117.

Sonda Hope envia imagens detalhadas da 'aurora boreal' de Marte