Eclipse lunar e Superlua: como assistir nesta quarta-feira (26)?

1 min de leitura
Imagem de: Eclipse lunar e Superlua: como assistir nesta quarta-feira (26)?
Imagem: Associated Press/Reprodução
Avatar do autor

Nesta quarta-feira (26), a Terra assistirá a um importante fenômeno astronômico: um eclipse lunar que resultará na “Superlua de Sangue”.  O acontecimento envolvendo Sol, Terra e nosso satélite natural será visível do Brasil.

Na madrugada, a Lua estará no ponto de sua órbita mais próximo da Terra, chamado perigeu. Quando isso acontece, ela parece cerca de 8% maior do que quando está no apogeu (ponto mais distante), e por isso há a sensação de o astro surgir maior no céu para quem o observa do planeta.

Se no Brasil será quase impossível observar o eclipse total, a Lua cheia poderá ser vista em todo o território nacional, nas regiões onde o céu estiver limpo.

Como assistir ao fenômeno?

Em entrevista à BBC Brasil, o professor Roberto Costa, do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG), explicou que o fenômeno começará por volta das 6h45 (horário de Brasília) desta quarta, quando Lua estará se pondo.

Moradores mais à porção oeste do país serão privilegiados para assistir o acontecimento. Por isso, quem mora em estados como Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Amazonas, Roraima e Acre e cidades na parte oeste de São Paulo conseguirão enxergar com clareza o acontecimento.

Superlua

Um pouco depois, por volta das 8h11, quando o satélite natural já estiver baixado, começará o eclipse total. Essa fase do fenômeno infelizmente não poderá ser vista do Brasil. Apesar disso, a Superlua de Sangue estará visível.

A observação poderá ser feita a olho nu, apesar de que os especialistas afirmam que um binóculo ou luneta melhoram ainda mais a experiência. Além disso, o recomendado aos entusiastas é que eles procurem lugares com horizonte livre e menos iluminados, como campos e praias.

Eclipse lunar e Superlua: como assistir nesta quarta-feira (26)?