Maranhão confirma 1º caso de variante indiana do coronavírus

1 min de leitura
Imagem de: Maranhão confirma 1º caso de variante indiana do coronavírus
Imagem: Pixabay
Avatar do autor

O Governo do Maranhão confirmou, nesta quinta-feira (20), o 1º caso de covid-19 causado pela variante indiana do coronavírus. O paciente é um indiano, de 54 anos, que estava no navio Mv Shangon Da Zhi, que está ancorado no estado do nordeste e entrou em quarentena no último sábado (15).

O homem está internado desde a semana passada em um hospital privado na capital, São Luís. Um exame já havia confirmado que ele estava infectado pela doença e agora foi confirmado que ele possui a nova cepa chamada de B.1.617.2. Essa variante foi considerada uma "preocupação mundial" pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Covid-19 na Índia

A Secretaria de Saúde do Maranhão deve informar ainda hoje mais informações sobre o caso. De maneira prévia, a pasta já informou que uma amostra do vírus do paciente indiano foi enviada ao Instituto Evandro Chagas para análise.

Surto na Índia

No final de abril, a Índia chegou a registrar 300 mil casos diários de covid-19, o recorde desde o início da pandemia. Nos últimos dias esse número baixou um pouco e ficou em cerca de 270 mil novos casos. De acordo com um relatório online atualizado diariamente por instituições como a Wikipédia e John Hopkins University, o país é o 3º com mais mortes no mundo, atrás de Estados Unidos e Brasil.

Covid-19

O surto da doença na nação favoreceu o ambiente para o surgimento da nova cepa, assim como aconteceu com a variante brasileira. E além da pandemia, os indianos estão lidando com casos de mucormicose, um fungo bastante agressivo que têm afetado até mesmo pacientes recuperados da covid-19.

Maranhão confirma 1º caso de variante indiana do coronavírus