Fotógrafo astronômico captura imagem do Sol de tirar o fôlego

1 min de leitura
Imagem de: Fotógrafo astronômico captura imagem do Sol de tirar o fôlego
Imagem: Reprodução
Avatar do autor

Andrew McCarthy, fotógrafo astronômico dos Estados Unidos, divulgou um registro impressionante do Sol. Formado por mais de 100 mil imagens capturadas daqui da Terra, nele, percebe-se, inclusive, a presença de uma erupção solar. De acordo com McCarthy, é um dos mais nítidos que já produziu – atividade à qual se dedica há três anos.

Para superar o que considerava o "desafio mais singular" que havia enfrentado até então, Andrew se valeu de um poderoso telescópio e empilhou milhares de fotos – tiradas a uma taxa de 100 por segundo –, sobrepondo-as para alcançar o efeito desejado. No total, o arquivo chegou a impressionantes 230 MP – e exibe até mesmo a camada de plasma que está acima da superfície do astro.

"Eu não tinha certeza se a imagem ficaria tão boa, já que costurar uma grande foto do Sol apresenta obstáculos únicos com os quais eu nunca havia lidado antes", explica o profissional, que comemora: "Fiquei muito satisfeito com o resultado."



Na hora certa com o equipamento certo

Segundo McCarthy, 4.000 mm de distância focal e uma ampliação 10 vezes superior à que aplicava anteriormente é que garantiram que tudo desse certo. Além disso, as fotos foram capturadas pouco antes de meio-dia, momento em que o Sol estava "a pino" e a atmosfera relativamente calma.

Por fim, ele conta que as proeminências solares, estruturas enormes e brilhantes que se destacam na superfície, geralmente em forma de laço, se manifestam frequentemente e duram um bom tempo. "Definitivamente, produzirei outras imagens", finaliza o fotógrafo, que, em outros trabalhos, também exibe a Lua como protagonista.