NASA: próximo rover lunar deve usar software de código aberto

1 min de leitura
Imagem de: NASA: próximo rover lunar deve usar software de código aberto
Imagem: Reprodução
Avatar do autor

A NASA anunciou nesta segunda-feira (12) que deve lançar seu próximo rover lunar VIPER (Volatiles Investigating Polar Exploration Rover) em 2023. A novidade, na verdade, é que o robô utilizará software de código aberto, ou seja, estará disponível para uso, modificação e distribuição por qualquer pessoa com internet.

Se a missão for bem sucedida, espera-se que este seja um ponto de virada na exploração espacial, já que pode levar tecnologias menos caras e mais acessíveis para a indústria.

“Decidimos dividir o cérebro do robô entre a lua e a Terra para, assim, abrir a possibilidade de controlar o rover a partir de computadores convencionais, sem depender de um software personalizado", afirma Terry Fong, diretor do Grupo de Inteligência Robótica da NASA. Segundo ele, outra vantagem de utilizar código aberto é que desenvolvedores de qualquer lugar do mundo poderão encontrar falhas e comunicar possíveis soluções. Fong ressalta, no entanto, que o software não será 100% código aberto, por questões de segurança.

Além disso, o rover será equipado com tecnologias de ponta, incluindo rodas que podem girar corretamente no solo lunar, uma furadeira que poderá cavar geologia extraterrestre e hardware que pode sobreviver 14 dias em uma noite lunar, quando as temperaturas caem a -173 °C. O robô deve percorrer a superfície da lua em busca de gelo, elemento que poderá, futuramente, ser usado para fazer combustível para foguetes.

NASA: próximo rover lunar deve usar software de código aberto