Anvisa aprova uso emergencial de vacina da Janssen contra a covid

1 min de leitura
Imagem de: Anvisa aprova uso emergencial de vacina da Janssen contra a covid
Imagem: Dado Ruvic/Reuters
Avatar do autor

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou, na tarde desta quarta-feira (31), o uso emergencial da vacina da Janssen contra a covid-19. O Governo Federalcomprou 38 milhões de doses do imunizante, que só devem chegar ao país no 3º e 4º trimestre de 2021.

A Janssen, empresa que compõe o grupo Johnson & Johnson, produziu até agora a única vacina que é aplicada em dose única. O imunizante tem eficácia de 66% em pessoas que possuem quadros moderados e graves de covid-19. Considerando somente casos graves, a eficácia salta para 85%.

A Anvisa aprovou por unanimidade o produto. Os 4 diretores da agência e o presidente, Antônio Barra Torres, votaram pelo uso emergencial, que havia sido pedido em 24 de março.

Vacina covid-19

"Temos que considerar que é mais uma vacina que se soma à disponibilidade brasileira, o que coloca o país em uma posição de destaque no mundo, entre aqueles que mais vacinas têm aprovadas em seu território", afirmou Torres.

Juntando com a da Janssen, ao todo o Brasil tem 4 vacinas aprovadas contra o coronavírus: Butanta/Sinovac (uso emergencial); Fiocruz/AstraZeneca (uso emergencial) e Pfizer/BioNTech (registro definitivo). A Anvisa deve analisar, ainda, o pedido da Sputnik V, da Rússia.